Motoristas devem ficar alertas nas estradas da região Sul

PR 170 ESTRAGOS DA CHUVA




Os motoristas que circulam por União da Vitória, São João do Triunfo, Bituruna, Cruz Machado e Palmas no Paraná, devem ficar atentos ao grande fluxo de caminhões que estão operando nas rodovias afetadas pelas chuvas. Mais de 1,5 mil caminhões estão retirando cerca de 15 mil m³ de terra das pistas atingidas.

A previsão é que outros 500 caminhões rodem as rodovias da região para retirar outros 5 mil m³ de terra. Além dos caminhões, cerca de 60 operários, contratados pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), e 20 máquinas estão trabalhando nos locais afetados.

Além disso, o DER-PR alerta os usuários que passam ao longo das PR-151, PR-170, PR-447 e PR-280 que ainda há risco de desmoronamento em algumas encostas. “Com as chuvas, diversos trechos dessas rodovias foram afetados com quedas de barreiras, transbordamentos de rios e até afundamento de pistas. Desde então, o DER-PR executa serviços de recuperação nesses locais. Por isso, os motoristas devem ficar atentos às obras e sinalizações”, alerta o superintendente da regional Leste do DER-PR, Gilberto Loyola.

  • PR 151 (São João do Triunfo) – As equipes fizeram a reconstrução da cabeceira que dá acesso à ponte sobre o Rio da Várzea. O tráfego já foi liberado e os serviços concluídos. Na mesma rodovia, na ponte sobre o rio Água Branca, foi instalada uma ponte metálica para liberar o trânsito. Atualmente, estão sendo feitos serviços de concretagem da base dessa nova travessia. A previsão é que os serviços sejam concluídos em 60 dias. A Polícia Rodoviária Estadual está fiscalizando e orientando os motoristas no local.
  • PR 447 (União da Vitória a Cruz Machado) – No km 024, houve afundamento de pista. Para liberar o fluxo em meia pista, foram colocadas pedras no local. O projeto para reconstruir a pista está em andamento e deve ser concluído até o final da próxima semana.
  • PR 280 (Palmas) – Por causa das fortes chuvas, diversos buracos foram abertos ao longo da rodovia. As equipes estão trabalhando na operação tapa buracos emergencial. O projeto para recuperação está em fase de conclusão e a licitação emergencial deve ser aberta nas próximas semanas. O DER-PR estima que sejam necessários cerca de R$ 15 milhões para recuperar os 25 quilômetros da rodovia.
  • PR 170 (Bituruna a Guarapuava) – Ao longo de toda a rodovia, nos kms 390, 393, 413, 415, 450, 474, 475,479, 482, 497, 507, 512, 517, há afundamento de pista, quedas de barreira e rompimento de bueiro. As equipes estão trabalhando no km 383, com retirada de barreira na pista e no km 382, com a recomposição das terceiras faixas.

As equipes técnicas do DER-PR estão elaborando projetos para que todo o trecho receba recomposição da pista. A previsão do DER-PR é concluir os projetos até o final da próxima semana. Após isso, será feita uma licitação emergencial para dar início à obra.

O trânsito na rodovia está fluindo, com alguns pontos em meia pista. Nos trechos que houve afundamento de pista, o DER-PR fez um preenchimento emergencial com pedras, para liberar a passagem de veículos.

Demais rodovias

Nas demais rodovias da região que foram afetadas pelas fortes chuvas, como a PR 364 e a PR 466, os serviços já foram finalizados e o trânsito flui normalmente.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná




Deixe sua opinião sobre o assunto!