Primeiras impressões da Lifan Foison

lifan-foison 2014 (4)




O Brasil atualmente disputa com a Alemanha o quarto lugar no ranking mundial de vendas de automóveis, atrás de China, Estados Unidos e Japão. De olho nisso, a Lifan busca um jeito de aumentar a participação por aqui. A marca chinesa lançou no ano passado o SUV X60 e, desde o início do mês, já comercializa o minitruck Foison. Além de se tratar da estreia da marca no segmento de veículos de carga, esta é, na verdade, uma tentativa de conquistar “viúvos” da clássica Volkswagen Kombi, que teve a produção encerrada no ano passado.

Para cumprir a expectativa de vender entre 200 e 250 unidades por mês do modelo, a Lifan optou por trazê-lo apenas na versão cabine simples com caçamba de aço. Uma configuração van não foi completamente descartada, mas não está nos planos da marca para um futuro próximo porque, segundo executivos da fabricante chinesa, muitos compravam o furgão da Volkswagen na versão de transporte de passageiros apenas para remover os bancos e aproveitá-la para transportar cargas. E, para tal uso, o Foison tem bons atributos. Montado na unidade fabril da Lifan Motors no Uruguai, o comercial leve já sai de fábrica com a caçamba de aço com 2,80 metros de comprimento, 1,52 m de largura e 33,5 centímetros de altura. Tais medidas conferem ao Foison uma das maiores áreas de carga da categoria. E a suspensão ainda tem capacidade para levar até 800 kg.

lifan-foison 2014 (2)O painel de instrumentos é compacto, com luz de fundo âmbar. O pequeno visor do hodômetro divide espaço com o conta-giros, que também é digital. Os marcadores de combustível e de temperatura do líquido de arrefecimento, em pequenos visores de LCD, são em barras. O interior da cabine tem forração de borracha no piso e com tecido impermeável nos bancos, para facilitar a limpeza.

O motor 1.3 16V a gasolina de 85 cv a 6 mil rpm e torque de 10,5 kgfm de torque máximo entre 3 mil e 5 mil rpm fica sob o banco do motorista. O propulsor trabalha junto com a transmissão manual de cinco marchas. Pelo preço inicial de R$ 34.990, o modelo traz de série rádio com entrada auxiliar, tomada 12V, ar quente, luz auxiliar de neblina traseira e brake-light, além dos obrigatórios airbags frontais e freios ABS. Para contar com direção elétrica e ar-condicionado, é preciso adicionar mais R$ 3 mil a essa conta. De qualquer forma, o valor ainda o torna forte concorrente a “herdar” os órfãos da Kombi, que não contava com os itens de segurança obrigatórios atuais – motivo pelo qual o modelo foi extinto – e beirava os R$ 40 mil em sua configuração mais simples.

Primeiras impressões

lifan-foison 2014 (3)A Lifan quer provar que seu minitruck Foison é capaz de enfrentar bem o trânsito rodoviário com diferentes pesos transportados. E, de fato, o motor 1.3 de 85 cv aguentou o “fardo”. Com dois passageiros na cabine e 800 kg de carga na caçamba, o modelo se manteve não apenas estável, mas também com força para encarar bem trechos de subidas, ultrapassagens e retomadas. É claro que, com esse peso todo, qualquer manobra demanda atenção redobrada e extrema sensatez do condutor. Mas o trem de força tem desempenho que instiga confiança na maior parte das situações.

Mas tanta preocupação com a força do propulsor parece ter esvaziado qualquer cuidado com o conforto de seus ocupantes. O espaço para as pernas do motorista é bem reduzido em função do espaço invadido pelas rodas. Os pedais não chegam a ficar grudados, mas essa limitação prejudica principalmente os ocupantes mais altos. Estes, aliás, sofrem também com o pouco espaço para ajustar o banco do condutor. O volante sem regulagem de altura faz com que algumas regiões importantes do painel de informações tenham sua visibilidade dificultada.

O ar-condicionado opcional deixa muito a desejar. Mesmo em um dia mais fresco, ligado no máximo e com a temperatura em torno de 22°C, o habitáculo não foi bem refrigerado. O acabamento ultrapassa a simplicidade, com diversas falhas aparentes, materiais rústicos e falta de cuidado na montagem – entre outros exemplos, o espelho de cortesia no para-sol direito estava torto. Está certo que não se espera luxo de um comercial leve planejado para o transporte de carga. Mas muitos detalhes na finalização do Lifan Foison podem depor contra a ideia de durabilidade e confiabilidade que a marca chinesa tanto busca no Brasil.

Ficha técnica
Lifan Foison 1.3 16V

  • Motor: Gasolina, central-dianteiro, longitudinal, 1.299 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e comando duplo de válvulas no cabeçote. Injeção multiponto sequencial e acelerador eletrônico.
  • Transmissão: Câmbio manual de cinco velocidades à frente e uma a ré. Tração traseira.
  • Potência máxima: 85 cv a 6 mil rpm.
  • Torque máximo: 10,5 kgfm entre 3 mil rpm e 5 mil giros.
  • Diâmetro e curso: 78,7 mm x 69 mm.
  • Taxa de compressão: 9,5:1.
  • Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson. Traseira com feixe de molas.
  • Pneus: 175/70 R14.
  • Freios: Disco na frente e tambor atrás com ABS.
  • Carroceria: Picape sobre longarina com duas portas e dois lugares. Com 4,58 metros de comprimento, 1,61 m de largura, 1,89 m de altura e 2,80 m de entre-eixos. Possui dois airbags frontais.
  • Peso: 1.050 kg com 800 kg de carga útil.
  • Capacidade da caçamba: 1.425 litros, com 2,80 m de comprimento, 1,52 m de largura e 33,5 centímetros de altura.
  • Tanque de combustível: 40 litros.
  • Produção: San José de Mayo, Uruguai.
  • Itens de série: Rádio AM/FM digital com entrada auxiliar, tomada 12V, ar quente, luz auxiliar de neblina traseira e brake-light.
  • Preço: R$ 34.990.
  • Opcionais: Direção elétrica e ar-condicionado.
  • Preço completo: R$ 37.990.

Fonte: Auto Press Texto de Márcio Maio




Deixe sua opinião sobre o assunto!