GREVE: Após quatro dias de protestos em MT, caminhoneiros liberam rodovias

greve dos caminhoneiros - comodoro




Após quatro dias de protestos em Mato Grosso, caminhoneiros liberaram no início da tarde desta segunda-feira (27) o último trecho de rodovias federais no estado que encontrava-se bloqueado desde a semana passada. Na sequência de outras liberações ocorridas na manhã desta segunda-feira, o trecho do Km 488 da BR-174, na região de Comodoro (município a 677 km de Cuiabá), foi desbloqueado definitivamente para o tráfego de veículos.

Ao todo, cinco trechos das rodovias federais BR-163, BR-174 e BR-364 haviam sido bloqueados no estado em protestos iniciados na última quinta-feira (23).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os bloqueios na BR-163 foram nas regiões de Sorriso (km 478), Lucas do Rio Verde (km 686) e Nova Mutum (km 598). Já na BR-364 os caminhoneiros bloquearam trechos em Rondonópolis (km 202) e Diamantino (km 615).

Último trecho a ser liberado o Km 488 da BR-174 em Comodoro ainda continua com equipes da PRF no local para controlar o fluxo de veículos no início da tarde desta segunda-feira.

Protestos

Os bloqueios nas rodovias começaram na última quinta-feira (23) como forma de cobrar do governo federal a aprovação da proposta que estabelece uma tabela impositiva para o preço mínimo do frete em todo o país. Essa é a segunda vez neste ano que os caminhoneiros fazem bloqueio nas rodovias como forma de protesto.

Em março, o movimento durou 12 dias. Na semana passada, a categoria decidiu retomar a manifestação depois de discordarem da proposta apresentada pela União de criar uma tabela referencial que sugira o preço do frete. O governo federal afirmou, em nota, que a sugestão atende às reivindicações da categoria.

Fonte: TV Centro América




Deixe sua opinião sobre o assunto!