Contran adia para 2016 início do emplacamento eletrônico

caminhao-na-estrada-jair-jose-pereira




O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) prorrogou, para o dia 1º de janeiro de 2016, o início do emplacamento eletrônico pelo Siniav (Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos). O processo de emplacamento eletrônico seguirá cronograma a ser definido pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

O rastreamento tem como objetivo a prevenção, fiscalização e repressão ao furto e roubo dos veículos de passageiros e também de cargas no Brasil. O dispositivo deve conter informações sobre o veículo – número serial do chip, placa, chassi, código Renavan e também dados privados, para veículos de empresas.

A Resolução n° 537, de 17 de junho de 2015, instituiu o Siniav, em todo o território nacional, baseado em tecnologia de identificação por radiofrequência.

De acordo com o ato, nenhum veículo automotor, elétrico, reboque e semirreboque pode ser licenciado e transitar pelas vias terrestres abertas à circulação sem estar equipado com a placa eletrônica de que trata esta Resolução.

O chip deve ficar posicionado no para-brisa e é semelhante aos dispositivos de cobrança automática utilizados nos pedágios, envia informações por radiofrequência para antenas instaladas ao longo das vias que direcionarão as informações para as centrais de processamento, onde será verificada a situação do veículo rastreado.

Fonte: Agência CNT de Notícias




Deixe sua opinião sobre o assunto!