Avibras disputa contrato para fornecer viaturas blindadas para o Exército

tupi_avibras 4x4




A Avibras, em Jacareí, disputa um contrato para fornecer 186 viaturas blindadas para o Exército Brasileiro. Se vencer a concorrência, a empresa bélica deve iniciar a produção dos veículos a partir de novembro. A previsão é que 150 trabalhadores sejam contratados.

A empresa é uma das finalistas da seleção do fornecedor dos blindados, segundo anúncio divulgado na última terça-feira (28) pela empresa. Ela disputa o contrato com a italiana Iveco, após eliminarem outros dois consórcios concorrentes. O resultado da seleção deve ser divulgado em setembro.

O modelo que pode ser fornecido ao Exército pela Avibras é o Tupi 4×4, resultado da cooperação entre a Avibras e a Renault Trucks Defense. O blindado tem oito toneladas e blindagem balística e contra minas.

“O produto tem proteção contra minas, explosivos, além de maior capacidade de transportar carga. Uma viatura que poderá ser usada em situações de conflitos no exterior junto às unidades da Organização das Nações Unidas (ONU), por exemplo”, explicou o engenheiro Marcos Agmar, gerente de Desenvolvimento de Negócios da Avibras.

A compra pelo Ministério da Defesa deverá ser feita em três lotes, o primeiro de 32 unidades, e dois de 77, em um período de cerca de 2 anos.

Além dos empregos diretos, a empresa bélica espera fomentar a economia da região com a aquisição de peças que deverão compor o veículo. “Qualquer contrato para aumentar o emprego e a renda da região é importe. O Tupi será fabricado com peças nacionais, fornecidas pelos nossos parceiros”, disse Agmar.

Contrato

A concorrência pública foi aberta em 2013 e, após a fase inicial de testes com veículos dos quatro consórcios concorrentes, a Avibras e a Iveco foram escolhidas para a etapa final.

Na segunda quinzena de agosto as empresas apresentarão as propostas de preço e o resultado final deverá ser divulgado.

De acordo com o governo, as viaturas 4×4 blindadas vão servir em missões de grandes operações das brigadas do Exército. A frota do Exército já possui atualmente 1,7 mil veículos blindados.

Investimento

Apesar do Ministério da Defesa não revelar o valor previsto para compra dos blindados, no início deste ano o Governo Federal anunciou o repasse à pasta de R$ 5,4 bilhões, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), prevendo aquisição destes blindados e ainda de aeronaves da Embraer.

Fonte: G1




Deixe sua opinião sobre o assunto!