Número de motoristas cresce em Ponta Grossa e região




DAF XF105 SCC

800x150_blogodocaminhoneiro_02

O Dia do Motorista, comemorado no dia 25 de julho, foi marcado pelo aumento do número de profissionais em Ponta Grossa e região dos Campos Gerais. Informações do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Ponta Grossa (Sindiponta), ao todo, são 35 mil motoristas de caminhões em toda a região.

De acordo com o presidente da entidade, Josmar Richter, somente do ano passado pra cá houve um aumento de 400 motoristas de caminhões na região. “Isso se deu por conta da vinda de novas empresas, principalmente, por conta da abertura da Kablin em Ortigueira, o que motivou o surgimento de mais profissionais”, justificou.

Josmar destaca ainda importância do motorista de caminhão para todo o país. “O Brasil depende de caminhões que fazem o transporte de cargas importantes. O motorista passa por diversas dificuldades como assaltos e estradas em péssimas condições. Por isso, é preciso valorizar esta profissão. O profissional carrega os nossos valores, administram bens importantes para o bem do país”, garantiu.

Com relação aos motoristas de ônibus, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros Urbanos Intermunicipais, Interestaduais e Fretamento de Ponta Grossa (Sintropas) revelou que, ao todo, são cerca de dois mil profissionais de transporte coletivo cadastrados na região.

“Nós do sindicato representamos todos os profissionais do transporte coletivo e fretamento. Hoje, como presidente do Sintropas, vejo que a profissão deve ser muito valorizada, pois erros não podem existir, eles devem trabalhar com responsabilidade”, disse o presidente, Sirton Barbosa.

Ações

Na manhã de segunda-feira, uma empresa de ônibus do transporte rodoviário de Ponta Grossa promoveu diversas ações com os profissionais. Os motoristas ganharam bolo como forma de comemoração, presentes e foram contemplados com massagens promovidas pelo Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

“Nós fizemos demonstrações da eletroterapia, tratamento que ajuda na musculatura da coluna. Como os motoristas passam muito tempo sentados, acabam desenvolvendo problemas com a relação a postura, por exemplo, então esse tratamento é essencial e nós trouxemos aqui como uma pequena demonstração”, disse a fisioterapeuta do Sest/Senat, Andréia Sant’Anna.

Fonte: Diário dos Campos




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *