Roubo e furto de veículos pesados cresceram 12,95% no segundo trimestre

roubo de cargas

800x150_blogodocaminhoneiro_02

O Grupo Tracker registrou um aumento de 12,95% no número de acionamentos de caminhões e cargas roubadas ou furtadas no segundo trimestre de 2016, comparado com os primeiros três meses do ano. Foram 139 ocorrências entre abril e junho, contra 121 entre janeiro e março.

Para o diretor Nacional de Operações do Grupo Tracker, Carlos Alberto Betancur Ruiz, uma das explicações para este aumento é a queda exponencial dos valores de fretes. “Muitos trabalhos deixaram de ser feitos por transportadoras e passaram a ser feitos por particulares, que, por sua vez, deixaram de pagar sistemas de rastreamento por GPS e estão utilizando apenas a radiofrequência, tecnologia presente em todos os produtos Tracker”.

Analisando toda a base da empresa, foram 1.324 ocorrências envolvendo automóveis, caminhões, motos e utilitários entre abril e junho deste ano, uma queda de 2,11% em relação ao primeiro trimestre de 2016. A modalidade “Automóveis” registrou queda de 6,51%, “Motos” caiu 29,47% e “Utilitários” teve alta de 9,52%.

Fonte: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *