Aplicativo de fretes ajuda caminhoneiros da China

caminhao chines

800x150_blogodocaminhoneiro_02

Uma plataforma que ajuda os caminhoneiros a encontrar mercadorias para transportar está melhorando a eficiência da logística da China.

Sediado em Guiyang, capital da Província de Guizhou no sudoeste da China, o Huochebang (semelhante ao nosso TruckPad), ou “grupos de caminhão”, fornece informações sobre as mercadorias a ser transportadas e onde os caminhoneiros podem estacionar.

Os motoristas podem se registrar na empresa enviando a identidade e a carteira de motorista. Depois, obtêm informações gratuitas sobre as mercadorias que aguardam expedição e onde podem parar durante a viagem.

Estabelecida em 2014, a empresa agora tem 3 mil empregados.

A maioria dos 5,5 milhões de caminhoneiros da China é independente e tem que procurar informações sobre cargas via pequenos agentes, que frequentemente cobram, e às vezes por informações falsas.

“No passado, era comum para os motoristas voltar para casa com o caminhão vazio devido à falta de informações”, disse Li Liheng, um caminhoneiro da Província de Shandong no leste da China.

Os caminhões vazios desperdiçam gasolina, mas com o Huochebang um caminhoneiro normal pode poupar até 34 mil de yuans em combustível por ano, disse Luo Peng, presidente do Huochebang.

“No ano passado, o Huochebang ajudou a poupar mais de 30 bilhões de yuans em gasolina e diminuiu cerca de 27 milhões de toneladas de emissões de carbono.”

A empresa também trabalha com o Aliyun, marca de computação na nuvem do gigante do comércio eletrônico Alibaba, para publicar um “índice de logística rodoviária” todos os dias, permitindo que os motoristas saibam que mercadorias estão carregando, o volume delas e as condições das estradas.

A empresa atualmente publica cerca de cinco milhões de itens de informações sobre as fontes de mercadorias todos os dias, com a média de negócios alcançando 6 bilhões de yuans (US$ 903 milhões) por dia. Em 2015, a empresa ajudou a baixar a taxa de caminhões sem carga para 6%.

Até agora, mais de 2 milhões de caminhoneiros já se registraram na plataforma.

Baseado no êxito da plataforma, o Huochebang quer crescer, provavelmente para o exterior.

Luo Peng disse que a empresa trabalhará com a província vizinha de Yunnan para integrar as informações de mercadorias no Sudeste Asiático.

“Há muito tempo, os caminhoneiros chineses que transportavam de Yunnan para o Sudeste Asiático podiam não achar nenhuma coisa para carregar no caminho de volta para a China devido às barreiras de língua, e por isso esperamos ajudar por compartilhar informações.”

Fonte: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *