Concreserv adquire 20 pás-carregadeiras CASE




concreserv_menor

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A Concreserv, fabricante de concreto resinado com sede em São Paulo e 22 filiais pelo país, acaba de adquirir 20 pás-carregadeiras W20E da marca Case Construction Equipment. A Empresa produz 150 mil m³ do produto ao mês e planeja expandir o volume neste segundo semestre.

“A crise com certeza gerou um impacto negativo na construção civil, mas a Concreserv se antecipou e fez as alterações necessárias na estrutura e política de vendas, conseguindo sanar esse impacto. Temos perspectiva de aumento de venda para esse segundo semestre de 2016”, comemora Fabio Gonzales Novais, presidente da empresa, que está no mercado há 10 anos, atendendo todos os segmentos da construção civil.

As 20 pás-carregadeiras W20E já estão operando nas unidades da empresa, carregando caixas com agregados e movimentando material no pátio. As máquinas operam em média 12 horas/dia e movimentam 400 m³ por dia, informa a Concreserv.

A empresa já trabalhava com as W20E, por meio de locadores, e optou pelo modelo na aquisição da própria frota por considerá-la o melhor custo/benefício, pela robustez e performance.

Além da sede em São Paulo, a Concreserv possui filiais na Grande SP, Porto Alegre e Canoas (RS), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Guarujá e Itanhaém (SP), Vespasiano e Contagem (MG), Feira de Santana e Salvador (BA), Maceió (AL) e João Pessoa (PA), e 12 laboratórios de pesquisa e produção.

Líder no segmento

A pá carregadeira W20E é o mais antigo modelo de pá-carregadeira fabricado pela CASE no Brasil. Líder absoluta em seu segmento, um dos mais disputados do mercado, tem potência bruta de 152hp e peso operacional de 10.089 kg e é líder absoluta em seu segmento.

Segundo o gerente de Marketing Carlos França, o projeto da máquina permite enfrentar pesadas condições de trabalho, pois é robusta, tem grande capacidade de carga e facilidade operacional.

Possui motor 6BT5.9, turbo, de 152 hp, com grande torque e baixo consumo. “Ele possui 40% a menos de peças móveis, o que significa menor desgaste e menor custo de manutenção. Além disso, o fato de os componentes serem integrados facilita o acesso”, destaca França.

A transmissão é do tipo Powershift e tem acionamento mecânico. Esse sistema oferece neutralização para carregamento, que é ativado através de um botão no painel.

Quando ativado, basta acionar o pedal de freio para transferir, instantaneamente, mais potência do motor à carregadeira. “Esse sistema garante ciclos de levantamento mais rápidos com a caçamba cheia”, ressalta.

Fonte: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *