Ford concede férias coletivas a 3.000 até o dia 29

linha de montagem Ford Caminhoes

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A Ford colocou 3.000 dos seus 4.300 empregados em férias coletivas. Os profissionais, em casa desde ontem, devem retornar ao trabalho no dia 29. O motivo do afastamento é a adequação da linha de produção para a nova forma de fabricação dos veículos. A unidade de São Bernardo funcionará, a partir de outubro, de forma alternada. Todos os trabalhadores vão atuar na produção de carros e caminhões, a fim de a otimizar seu sistema de produção para atravessar o período de crise.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, as férias já estavam previstas em acordo coletivo aprovado em junho. À época, o PPE (Programa de Proteção ao Emprego) foi renovado por mais três meses, a fim de dar tempo para o treinamento dos operários.

Quando a modificação estiver implantada, a empresa reduzirá o número de metalúrgicos no chão de fábrica, e haverá excedente de 850 deles. Então, 450 entrarão em lay-off (suspensão dos contratos de trabalho) e será aberto PDV (Programa de Demissão Voluntária) com meta de adesão de 300 da produção e 100 do administrativo.

Fonte: Diário do Grande ABC




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *