Furto de caminhões cresce 10% e até helicóptero faz busca em Paulínia-SP

caminhoes descanso frota

800x150_blogodocaminhoneiro_02

O número de furtos de caminhões em Paulínia (SP) aumentou 10% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados da Secretária de Estado da Segurança Pública (SSP). Já o número de roubo de cargas aumentou em 80%. Vítimas chegaram a alugar um helicóptero para rastrear veículo e carga furtados há cerca de dez dias.

Uma quadrilha especializada neste tipo de crime está sendo investigada. Os policiais querem saber o destino das cargas para auxiliar nas investigações. Uma região da cidade, localizada perto de grandes empresas, é um dos pontos onde ocorre a maioria dos casos, segundo as vítimas.

Almoço

O crescimento desse número de ocorrências policiais mudou o comportamento dos motoristas, que tiveram que alterar a rotina até na hora do almoço.É na hora da alimentação que os criminosos aproveitam para furtar os veículos, já que os motoristas estão distraídos.

Uma das formas encontradas pelos condutores é almoçar ao lado do veículo, improvisando cozinhas.

“Tem que ter um amigo dando uma olhada para um e o outro almoçar. Tem que cuidar um do outro”, afirma o motorista Gilmar da Silva.

Outra estratégia é não ficar muito tempo parado esperando carga, e só chegar à cidade horas antes da viagem começar.

Um motorista disse que descarregou uma carga no Porto de Santos na sexta-feira (5), mas só voltou para Paulínia na segunda-feira (8).O objetivo desta manobra era não ficar muito tempo parado na cidade onde os veículos estão sendo furtados.

Segundo a Polícia Civil, foram registrados três furtos em 5 dias, o que não é muito comum na região.”Tem amigo meu da empresa onde eu trabalho que já foi assaltado”, revela um motorista que pediu para não ser identificado.

Procura por helicóptero

O grande número de roubos têm feito com que as empresas contratem até helicóptero para tentar reaver carga e veículo.

“O pessoal que foi furtado (há cerca de 10 dias) contratou até helicóptero e andaram tudo na região e não acharam”, disse o embarcador Douglas Berlato.

A Polícia Militar afirma que faz o patrulhamento no local com quatro viaturas. A Guarda Municipal informou que faz rondas constantes por toda a região do bairro de Betel. Uma unidade móvel fica fixa no local, pois a distância do centro da cidade é grande. A Guarda manterá o patrulhamento. A corporação informou que de janeiro a julho deste ano, a Guarda averiguou 108 veículos e 42 pessoas na região. Fez ainda operações de bloqueio, 15 operações de saturação e atendeu 207 chamasdos específicos.

Fonte: G1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *