5 apps que ajudam os caminhoneiros na estrada‏

truckpad

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A rotina dos caminhoneiros não é nada fácil. Poucas cargas, combustível caro e trânsito intenso são alguns dos problemas que esses profissionais enfrentam. Felizmente, a tecnologia trouxe algumas soluções que facilitam a vida dos caminhoneiros. Segue abaixo uma lista com 5 aplicativos que auxiliam no dia a dia de quem vive nas estradas:

TruckPad

É o primeiro e maior aplicativo que conecta caminhoneiros autônomos a cargas. Para o caminhoneiro, o aplicativo oferece ofertas de fretes, através de uma interface simples e permite a negociação direta com as empresas. O app ainda oferece uma área de serviços de apoio ao caminhoneiro, notícias e dicas, carteira eletrônica, protocolo de entrega e mensagens.

Preço dos Combustíveis

É um aplicativo gratuito que localiza os postos de gasolina com menor preço perto de você. O programa inclui diversas empresas de fornecimento de combustível, além de possibilitar ao usuário traçar uma rota até o local, por meio do GPS do aparelho.

Drivvo

O Drivvo é um aplicativo gratuito que oferece recursos para que o usuário faça a gestão financeira de seu veículo. É possível ter o controle sobre abastecimentos, organizar serviços de manutenção e quantificar os gatos com estacionamento, seguro, IPVA e demais despesas.

Mãos no volante

Todo mundo sabe que dirigir e falar ao celular não é uma boa ideia, inclusive gera multa grave. Esse aplicativo tem uma proposta bem simples, mas eficiente: ao acioná-lo, todas as ligações que você receber serão automaticamente recusadas. Ainda é possível gravar uma mensagem explicando que você não pode atender no momento porque está dirigindo.

Waze

Um dos mais conhecidos da lista, o Waze é um dos maiores aplicativos de trânsito e navegação do mundo baseado no conceito de “comunidade”. Além de funcionar como GPS, o aplicativo sugere rotas que fogem do trânsito, alerta o motorista sobre acidentes, radares e bloqueios, tudo isso baseado no compartilhamento de informações dos próprios usuários.

Fonte: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *