Caçambeiros fazem novo protesto no AP para cobrar pagamentos atrasados

greve-caminhoneiros

800x150_blogodocaminhoneiro_02

Proprietários de caminhões que prestam serviços de transporte de materiais e aterro para a obra de duplicação da Rodovia Duca Serra, na Zona Oeste de Macapá, fizeram um novo protesto nesta segunda-feira (19). Eles paralisaram as atividades no canteiro de obras para cobrar pagamentos atrasados, segundo eles, há 7 meses.

Desde o dia 15 de setembro, cerca de 20 caminhoneiros estão protestando na rodovia. Eles pedem que os valores em atraso sejam repassados para uma empresa terceirizada, segundo eles, responsável pelo pagamento dos trabalhadores.

Em nota, a Secretaria de Estado de Transportes (Setrap) informou que não tem vínculo contratual com os caminhoneiros e que o repasse do dinheiro para o pagamento dos trabalhadores está sendo feito para a empresa, dentro dos prazos e da disponibilidade da mesma.

O caminhoneiro Pedro Azevedo, de 67 anos, reclama que sem o dinheiro, tem dificuldades para fazer a manutenção do veículo que presta serviço na obra. Ele reclama que já buscou soluções com a empresa e o governo, mas, de acordo com o trabalhador, nenhum responde à demanda.

“Não tenho condições de fazer reparos nos carros, comprar pneus ou pagar a prestação do veículo. Temos muito prejuízo sem esse pagamento. A Setrap diz que pagou, mas a empresa alega que não recebeu, e ficamos sem resposta sobre quando vamos receber. Está difícil assim”, lamentou.

O trabalhador José Rodrigues, de 60 anos, informou que a categoria vai manter a paralisação das atividades até que a situação seja resolvida. “Não dá para continuar prestando serviço sem receber”, reclamou.

Procurada, a empresa terceirizada informou que desde o mês de abril não recebe repasses do governo do Amapá. O governo disse em nota que vai fiscalizar a empresa responsável para que faça o pagamento dos caminhoneiros.

“À secretaria cabe a fiscalização de que o contrato esteja sendo cumprido. As providências para que o trabalho na rodovia não seja comprometido estão sendo tomadas”, informou a nota.

Fonte: G1




Um comentário em “Caçambeiros fazem novo protesto no AP para cobrar pagamentos atrasados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *