IAA: Nova linha de caminhões Scania oferece o melhor de todos os tempos

scania-2017-2

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A Scania acaba de lançar no Salão Internacional do Transporte (IAA) uma linha inteiramente nova de caminhões. O maior evento de veículos comerciais do mundo estará aberto de 22 a 29 de setembro em Hannover, na Alemanha.

A nova linha teve estreia mundial em agosto, em Paris, revelada para a imprensa e clientes. Agora, chegou a vez da primeira exposição para o grande público.

A nova gama, quando concluída, representará uma renovação completa da oferta da marca. A introdução de ainda mais produtos e serviços torna possível agora adaptar soluções sustentáveis e rentáveis para todos os tipos de clientes. Durante esta primeira fase, a Scania implementará soluções com foco nas necessidades dos clientes que executam operações rodoviárias de longa distância. O objetivo é oferecer a eles a maior economia total possível. 

A nova geração de cabines, projetada pelos designers internos da própria fabricante, logo à primeira vista deixa evidente que se trata de um veículo Scania. A linguagem do design comunica uma sensação futurista e a autoridade e presença que sempre caracterizaram os projetos da Scania. Não há elementos compartilhados com a geração atual, mas todas as características positivas pelas quais os caminhões Scania são conhecidos foram incorporadas e refinadas.

Quando todas as variantes estiverem prontas, nada menos que 24 diferentes cabines de base estarão disponíveis, como parte do sistema de produção modular Scania. Isso torna possível criar soluções otimizadas e sustentáveis para qualquer tipo de cliente, independentemente de o foco ser a economia de combustível, os mais altos níveis de conforto ou a capacidade de carga máxima.

Foco nos negócios e na rentabilidade do cliente

“Cada compra de caminhão representa um investimento significativo para os nossos clientes”, diz Christopher Podgorski, vice-presidente mundial sênior de Caminhões da Scania. “A Scania reconhece isso e adapta soluções de produtos e serviços que dão aos operadores de longa distância rodoviária a capacidade de alcançar a maior economia total e a rentabilidade sustentável. Custos à parte, também ajudamos os clientes fornecendo soluções que podem contribuir positivamente para sua capacidade de ganhos.”

A economia de combustível é crucial quando se trata de alcançar bons resultados no setor de longa distância. A Scania promete redução geral de 5% na nova geração, independentemente de qual plataforma de motor Euro 6 os clientes escolherem. Cerca de 3% da redução vem de melhorias no motor. Os 2% restantes são resultado da aerodinâmica mais refinada – provavelmente a melhor do mundo dos caminhões – e de escalonamento de marchas finamente aperfeiçoadas.

“A nova geração de caminhões é um fato histórico para a Scania, e, como um dos principais mercados da marca, o Brasil está contemplado no plano de lançamento, que será posto em prática de forma gradativa fora da Europa. Não há data definida de chegada ao Brasil, por enquanto, pois ainda temos de preparar todo o processo, desde a fabricação à rede de concessionárias, para receber as novidades. Isso leva algum tempo”, afirma Eronildo de Barros Santos, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Scania no Brasil. “É importante reforçar que o compromisso da Scania com o transportador brasileiro permanece o de oferecer os melhores resultados por meio de soluções sustentáveis com os veículos e serviços disponíveis no Brasil. Aliás, reconhecidos pelo mercado pela robustez, excelente ergonomia e menor custo operacional.”

Fatiando o vento

Scania R 450 4x2 tractor, Highline Södertälje, Sweden Photo: Göran Wink 2016De uma perspectiva exterior, a Scania tem colocado na nova linha maior ênfase nas características aerodinâmicas e, posteriormente, no consumo de combustível. Todas as superfícies, tanto na frente quanto ao longo dos laterais e, até certo ponto, embaixo da cabine, são otimizadas para o mínimo de arrasto. Equipamentos como defletores de ar e saias laterais foram meticulosamente integrados ao projeto.

“A aerodinâmica é um fator crucial para a busca de economia de combustível”, diz Björn Fahlström, vice-presidente mundial de Caminhões da Scania. “Ela tem efeito imediato no consumo de combustível. Quando considerada no contexto da vida útil de um caminhão de longas distâncias e da quilometragem muito alta envolvida, a aerodinâmica tem grande impacto tanto nas finanças da empresa de transporte quanto nos efeitos ambientais do caminhão.”

O projeto do novo caminhão está voltado para expressar cada característica exclusiva do veículo. Ao mesmo tempo, deve comunicar que o caminhão é uma ferramenta de trabalho – e é um Scania.

“Cada linha e todos os elementos do projeto são criados para descrever as características e a orgulhosa herança que todos os caminhões Scania carregam consigo”, diz Kristofer Hansén, diretor mundial de Design Industrial/Styling da Scania. “Criamos uma entidade única que exala harmonia, dinamismo e poder majestoso – uma ferramenta de trabalho robusta e ao mesmo tempo elegante, em que todas as partes estão incluídas no sistema modular avançado da Scania.”

A cabine S – projetada para os usuários mais exigentes

Independentemente da escolha por uma cabine R ou S, todos os clientes agora vão ter mais espaço interior do que anteriormente. Isso em parte é o resultado de um conjunto de novidades mais eficientes, que contribui para as cabines da nova geração serem agora pouco mais de cinco centímetros mais longas internamente. A altura do teto também está maior. O novo padrão é 10 centímetros mais alto do que o atual. Nas cabines R e S mais altas a altura do teto foi aumentada em 16 centímetros.

Um conjunto de quatro degraus de entrada, de fácil utilização e ergonomicamente projetado, conduz até a cabine S, um espaço de trabalho que a Scania está convencida de que será amado por todos os motoristas que tiverem a oportunidade de experimentá-lo.

Assento adequado em todos os sentidos

A posição do motorista em todas as novas cabines foi movida 65 mm para frente em direção ao para-brisa e 20 mm para o lado quando comparada à dos modelos anteriores. O principal motivo para essa medida é levar em conta as necessidades dos motoristas e melhorar a aparência, a segurança, a visão e o espaço interior.

“Boa visão é fundamental para a experiência de condução e por questões de segurança”, explica Fahlström. “Sempre tivemos grande foco no ambiente de trabalho do motorista, e esta nova geração de caminhões não é exceção. Alguns bons exemplos são o painel de instrumentos, que foi abaixado, o campo de visão para a frente, que foi aumentado, e as colunas A, que são agora mais estreitas.”

Também será aparente para os motoristas que a estabilidade melhorou nas curvas fechadas e nas frenagens. O desempenho de frenagem foi melhorado em 5%. Na prática, isso significa que um caminhão típico de 40 toneladas, tração 4×2 e reboque de três eixos, que, a uma velocidade de 80 km/h, freava até o repouso em 40 metros, agora pode, com a mesma configuração, parar em 38 metros.

Exclusivos airbags de cortina lateral de capotamento

A nova geração de cabines da Scania pode ser encomendada com cortinas laterais para acidentes de capotamento, que são integradas ao teto. Trata-se de uma tecnologia que nunca foi adotada em caminhões. Juntamente com o uso de cintos de segurança, essas cortinas são um recurso de segurança importante para a prevenção de acidentes comuns de caminhão. Um exemplo é o motorista ser ferido quando o caminhão capota após uma manobra evasiva forçada, que leva o veículo a sair da estrada onde não há capacidade suficiente para suportar a carga.

Adaptação às necessidades individuais

Quando a Scania desenvolveu as cabines para sua nova linha de caminhões, havia uma referência clara a partir da qual trabalhar e ir além – o muito apreciado interior das cabines na geração existente, a mais vendida. Na construção dos modelos mais recentes, a Scania incorporou tudo com sua experiência acumulada quanto aos resultados e opiniões produzidos durante centenas de testes, bem como troca de informações com clientes e feedback dos motoristas. O resultado define um novo padrão no mercado.

“Nosso objetivo é que todos os clientes consigam sentir-se confiantes de que ninguém mais pode oferecer-lhes uma solução melhor para seu caminhão específico, e para as condições nas quais opera”, salienta Fahlström.

A Scania encontrou a resposta a esse desafio em seu sistema de produção modular, uma filosofia que significa sempre oferecer soluções altamente especializadas.

“O sistema modular é uma de nossas principais vantagens, pois estabelece as bases para que todos os clientes tenham oportunidades inigualáveis de obter soluções perfeitamente adaptadas às condições específicas de suas operações”, diz Fahlström. “Com nosso sistema modular e a novidade de adicionar ainda mais componentes especiais para aplicações específicas, agora estamos ainda melhores em projetar a solução certa para cada cliente. Isso, por sua vez, fornece a eles as condições necessárias para alcançar a melhor economia total de operação quando se trata de custos e receitas.”

Bom uso do espaço

O interior das novas cabines é projetado para oferecer aos motoristas espaços ideais de condução e de relaxamento. As opções de ajuste do assento são ainda mais generosas – entre 150 e 200 centímetros todos os motoristas serão capazes de encontrar uma posição de condução confortável. Sua visão do exterior também foi melhorada, tanto para a frente quanto para os lados – graças ao fato de posição de base do motorista ter ficado mais perto do para-brisa e ligeiramente para o lado.

As opções de armazenamento de itens pessoais foram aumentadas com foco especial em volume e acessibilidade. O espaço da cabine foi cuidadosamente considerado e, posteriormente, completamente explorado em mais detalhes. Além de piso plano, a cabine S, muito espaçosa, também tem isolamento extra. Especialmente desenvolvida, a cabine S dispõe de soluções bem elaboradas, confortáveis, que garantem uma boa noite de sono.

O painel de instrumentos também foi construído com uma abordagem modular, ou seja, é fácil de adaptar de acordo com as necessidades do cliente desde a ergonomia dos botões, controles e armazenamento com diferentes fases de desempenho. O desenho modular também incorpora os botões e controles, que são elementos importantes da maioria dos ambientes de trabalho do motorista de caminhão. Sua operação é relativamente simples, graças à tecnologia CAN-bus da Scania.

Climatização confortável

A Scania também desenvolveu um novo sistema de climatização. Com ele, é o motorista quem determina o clima da cabine, e não fatores externos, o que propicia o maior conforto possível tanto durante a condução quanto ao relaxar. A linha de cabines também está pronta para modificação em termos de instalação de mecanismos adicionais de calor ou refrigeração. O equipamento está vantajosamente integrado na cabine, não exigindo, por exemplo, sistema no teto. Calor (umedecido) e frio são gerados por meio do dispositivo de ventilação regular do caminhão e controlados pelo painel de controle de climatização normal. Os veículos também podem ser encomendados com para-brisa aquecido.

Fonte: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *