Mercedes-Benz demite 370 em São Bernardo após PDV não atingir meta




linha de montagem mercedes-benz

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A Mercedes-Benz anunciou nesta quarta-feira a demissão de 370 empregados da fábrica de São Bernardo do Campo (SP), que opera com alto nível de ociosidade por conta da crise aguda no mercado de caminhões e ônibus. A empresa explicou, em comunicado, que decidiu pelos cortes por não ter atingido a meta de eliminar 1,4 mil vagas por meio de um programa de demissões voluntárias.

O total de 1.047 aderiram ao PDV. Os 370 demitidos pela empresa ficaram sem a remuneração extra de R$ 100 mil, oferecida no PDV ao funcionário que, independentemente do tempo de casa, se candidatasse a deixar a empresa. A empresa decidiu estender o prazo de inscrições até as 12h de hoje, uma semana mais do que o inicialmente divulgado.

Nos próximos dias serão reintegradas 300 pessoas que estavam em licença remunerada e que ocuparão o lugar de parte dos que aderiram ao PDV. Há pouco mais de um mês, a Mercedes-Benz anunciou que 2,6 mil dos 9 mil funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) não eram mais necessários. O anúncio foi seguido por dias tensos de negociações com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

No dia 24, os trabalhadores aprovaram, em assembleia, acordo firmado entre a empresa e o sindicato que estabeleceu o compromisso da Mercedes de não demitir e abrir o PDV. Em troca, os trabalhadores que ficassem na empresa abriam mão de reajuste salarial em 2017. O aumento salarial será substituído por um abono. No mesmo acordo foi garantida estabilidade no emprego até dezembro do ano que vem. A empresa confirmou nesta quarta a estabilidade aos que ficam.

O sindicato pretende organizar protestos e programa uma assembleia com os operários na entrada do expediente amanhã. Os sindicalistas argumentam que a empresa poderia ter recorrido ao “layoff” para compensar a meta do PDV não atingida e, assim, evitar demissões.

Fonte: Valor




Um comentário em “Mercedes-Benz demite 370 em São Bernardo após PDV não atingir meta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *