OS IRMÃOS BOAIDEIROS – Mercedes Benz L 1113 6×2

caminhao-boiadeiro

800x150_blogodocaminhoneiro_02

Edmilson e Angela são os pais
dos meninos Lorenzo e Emanuel.
Na arte do laço eles são demais.
Fazem parte da galera do chapéu.

Emanuel dirige caminhão boiadeiro.
Trata-se do consagrado Mercedes Benz.
Seu irmão Lorenzo no trabalho é parceiro.
Ajuda a embarcar o gado também.

Vestem-se no estilo dos cowboys.
Viajam durante o dia e a noite.
Cortando a escuridão, brilho dos faróis.
No Mercedes Benz chega o açoite.

Enquanto Emanuel está ao volante,
Lorenzo não solta o laço da mão.
Conversando mas a todo instante
treina para competir em exposição.

De bois Nelore fazendo transporte
aquela era uma viagem normal.
Raça bovina extremamente forte.
Porte imponente e cara de mau.

Quando o desembarque terminava
e parecia estar entregue o frete.
Um boi, o último que desembarcava
com sua força quebrou o brete.

Saindo em disparada pelo caminho
parecendo uma carreta desgovernada,
Lorenzo correu atrás e sozinho
sabia que teria de enfrentar essa parada.

Uma linda jovem ali bem perto
ao ver o boi ficou paralisada.
Seria atropelada por ele, era certo
se aquela correria não fosse cessada.

Correndo e sobre a cabeça girando o laço
Lorenzo mostrava coragem acima do normal.
Em rápido movimento, esticou seu braço.
A corda voou e prendeu-se no pescoço do animal.

O animal assim prisioneiro.
puxão da corda o desviou do trajeto original.
A jovem que estava em desespero
conseguia escapar da morte afinal.

Mas havia um problema agora:
Como segurar aquele bicho?
Lorenzo, com o boi ia embora.
Deter o animal não era só capricho.

Mas o menino era esperto
e correndo teve mais espaço.
Havia uma grande árvore ali perto.
Nela ele conseguiu prender o laço.

O boi deu um forte tranco
chacoalhando aquela árvore gigantesca.
Finalmente parou aquele boi branco.
Figura assustadora e grotesca.

A jovem aproximou-se do rapaz
para agradece-lo por sua vida.
Lorenzo disse a ela que ficasse em paz.
Tratar com o gado era sua lida.

O fazendeiro ficou agradecido
pois a menina era sua filha amada.
Se Lorenzo não tivesse agido
pelo boi teria sido pisoteada.

Emanuel no irmão deu um abraço
parabenizando-o por sua coragem.
Ambos sabiam manejar bem o laço.
Partiram dali seguindo viagem.

Logo que chegaram à cidade,
na lanchonete dos pais um alarido.
Ocorrera um assalto na realidade.
Dinheiro de trabalho honesto foi perdido.

A polícia fechou a saída
e da cidade não teriam como fugir.
Felizmente não se perdeu nenhuma vida.
Dinheiro, trabalhando podia se conseguir.

Fecharam o cerco grupo de policiais.
Descobriram paradeiro dos criminosos.
Escondido em meio aos matagais.
Eram homens muito perigosos.

Emanuel e Lorenzo voltaram ao trabalho.
Cabia a polícia prender ladrões afinal.
Iam buscar alguns bois, pegaram atalho.
Viram dois homens saindo de um matagal.

Ao verem aproximar-se a viatura
puseram-se a correr desesperados.
Para os jovens não houve dúvida aquela altura:
Eram os homens que a seu pai tinham roubado.

A bordo do velho Mercedes Benz de guerra
Tomaram a dianteira e ficaram esperando.
Caminho era uma estrada rural de terra.
Os ladrões já vinham se aproximando.

Entre eles e a viatura havia grande espaço
e a chance de fuga aumentava demais.
Emanuel e Lorenzo, cada um manejando seu laço
esperavam por aqueles marginais.

Os dois homens corriam desesperados.
Cada um dos irmãos lançou seu laço.
Em segundos viram-se aprisionados.
Para os criminosos foi um grande embaraço.

Após terem sucesso tantas vezes
roubando dinheiro de gente de bem.
Bandidos laçados como duas reses.
Foram colocados na gaiola do Mercedes Benz.

Ao chegarem na pequena cidade,
a história da laçada espalhou-se como rastilho.
Os meninos mostraram habilidade.
Orgulho dos pais eram os seus filhos.

Estacionaram na delegacia
e desembarcaram os dois meliantes.
Uma turba de pessoas ali se reunia.
Juntou multidão em instantes.

Foram aplaudidos pela população
os meninos que se vestiam como Cowboys.
Os garotos do laço que dirigiam caminhão,
eram na cidade os mais novos heróis.

Roberto Dias Alvares




4 comentários em “OS IRMÃOS BOAIDEIROS – Mercedes Benz L 1113 6×2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *