Coluna Mecânica Online – Propulsão híbrida: motor a combustão e um elétrico por R$159.500 no Brasil

fusion-hybrid-placa-5

800x150_blogodocaminhoneiro_02

Até quando teremos motores de combustão interna? Alguns países já anunciam planos de utilização de veículos elétricos num futuro próximo. Mas qual o meio termo entre as fontes de energias nesse momento? A solução híbrida.

Acompanhamos essa semana o lançamento do Novo Ford Fusion Hybrid, um dos veículos mais tecnológicos oferecidos no Brasil que combina alta eficiência energética e um preço muito competitivo: R$ 159.500.

O Ford Fusion Hybrid 2017 é o sedã de luxo mais econômico do Brasil. Mesmo sendo grande, completo e com potência de 190 cv, consome menos que um carro compacto popular: 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada com gasolina. Por isso, é um ícone de sustentabilidade e recebeu o Selo de Eficiência Energética (padrão AA) do Inmetro/CONPET.

fusion-hybrid-interior-32Essa eficiência se deve ao sistema de propulsão que combina um motor a combustão e um elétrico, alimentado por bateria de alta tensão, com transmissão continuamente variável.

Seu motor a combustão é um 2.0 de ciclo Atkinson a gasolina, com comando independente variável de válvulas e alta eficiência. Ele gera potência de 143 cv (@ 6.000 rpm) e torque de 175 Nm (@ 4.000 rpm).

A transmissão continuamente variável e-CVT faz o gerenciamento dos dois motores, que têm uma potência combinada de 190 cv.

A bateria de íons de lítio que alimenta o motor elétrico, mais leve e otimizada, tem capacidade de 1,4 kWh. Produzida com tecnologia Ford, ela é autorrecarregável e não necessita de carregamento em rede externa de energia. A garantia de 8 anos oferecida pela Ford reforça a confiabilidade desse componente.

O sistema de freios regenerativos aproveita a energia das frenagens para recarregar a bateria. Ele atua de forma modulada, simulando o freio-motor (marcha reduzida) no primeiro estágio para desacelerar o veículo suavemente. Já nas frenagens bruscas funciona como os freios convencionais, sem regeneração.

A grade dianteira com controle ativo é um novo recurso que aumenta a eficiência aerodinâmica e a economia de energia. Ela se fecha automaticamente quando não há necessidade de refrigerar o motor para reduzir o arrasto de ar.

fusion-hybrid-interior-13A transmissão e-CVT oferece uma condução suave e vem com o novo seletor rotativo E-Shifter, que substitui a alavanca de câmbio tradicional. Além de inovar no design e na ergonomia, por ser eletrônico ele agrega novas funções.

No modo Low, acionado por um botão no console, ajuda a segurar o carro em descidas usando o freio-motor. Ele mantém a velocidade selecionada pelo motorista e otimiza o carregamento da bateria, atuando como uma marcha reduzida.

Há também uma função de segurança. Quando a porta do carro é aberta, o comando da transmissão entra automaticamente no modo de estacionamento (P).

A direção com assistência elétrica sensível à velocidade e o compressor elétrico do ar-condicionado são outros itens que contribuem para a eficiência energética. Com tanque de combustível de 52,7 litros, ele pode ter uma autonomia de até 885,6 km.

O painel interativo com “Ecoguide” é um recurso exclusivo do Fusion Hybrid que permite várias interações com o veículo. Composto de duas telas de LCD configuráveis, de 4,2 polegadas, traz informações como nível de carga da bateria, consumo de combustível e autonomia. O Ecoguide sinaliza quando o motorista está dirigindo de modo mais sustentável, com aceleração suave e sem freadas bruscas, com  desenhos de “folhas de eficiência” na tela.

Outra função exclusiva do Fusion Hybrid é o Ecoselect. Acionado por um botão no console, ele prioriza o consumo de combustível e a redução de emissões, tornando as acelerações mais suaves e otimizando a carga da bateria pelo sistema de frenagem. Quando usado junto com o piloto automático adaptativo ele atua da mesma forma, ativando o EcoCruise.

O veículo conta também com o modo EV+, um sistema inteligente que reconhece os destinos mais frequentes por meio do GPS integrado ao SYNC 3 e prioriza o uso do motor elétrico e a economia de combustível. O sistema requer um tempo de duas a quatro semanas de uso para processar os registros e otimizar as rotas, reconhecendo a topografia e velocidade de cada trecho.

O Fusion Hybrid também vem equipado de série com controle eletrônico de estabilidade e tração (AdvanceTrac), freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, assistente de frenagem de emergência e assistente de partida em rampas.

A suspensão com sistema MacPherson na dianteira e Control Link na traseira, desenvolvida especialmente e patenteada, garante o alto padrão de dirigibilidade e estabilidade do sedã híbrido.

Carro híbrido mais vendido do Brasil, o Fusion Hybrid somou mais de 1.800 unidades desde o seu lançamento. Ele faz parte da estratégia de eletrificação global da Ford, que planeja ter mais de 40% de sua linha formada por veículos elétricos até 2020.

O custo de aquisição é de R$159.500, um preço altamente competitivo comparado a outros modelos híbridos do mercado, e mesmo opções de outras categorias.

As três revisões anuais no período de garantia têm um custo total de R$952.

O cliente também tem a opção de adquirir os planos Ford Protect, que incluem uma ou duas revisões adicionais e ampliam a garantia de fábrica para quatro ou cinco anos, respectivamente, trazendo tranquilidade e economia.


Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *