COMO FAZER O CÁLCULO DE FRETES? E O QUE É PRECISO?




o_que_voce_precisa

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A dificuldade em se calcular o frete é tamanha, que resolvi escrever uma série de artigos sobre o tema, pois acho que assim você poderá entender melhor sobre o tema.

O que acha?

A série completa terminará de ser escrita dentro de algumas semanas, mas a maioria dos artigos você pode conhecer clicando no link abaixo.

Série: como fazer o cálculo de fretes

Como fazer o cálculo de fretes?

Existem diversas formas que você pode utilizar para fazer o cálculo de fretes, desde uma simples calculadora até programas no computador ou diretamente na internet.

Eu diria que todas elas são válidas, desde que você saiba exatamente o que está sendo calculado.

Nos dias de hoje, com a crise que vivemos, não dá para cobrar um valor que sequer pague as suas despesas, mas também não dá para simplesmente jogar um número, só porque você imagina que essa é a média de mercado.

Você precisa conhecer a essência dos seus custos, ter a noção exata de quanto pode cobrar por cada frete seu.

Agindo desta forma, eu te garanto que você conseguirá um preço competitivo no mercado ou, na pior das hipóteses, você saberá com detalhes porque não pode continuar da forma como está.

Só o conhecimento te liberta, a ignorância te escraviza.

Mas o que você precisa ter em mãos para realizar o cálculo?

Veja abaixo as informações que são fundamentais para você conseguir chegar em um valor justo de frete:

Cubagem: saber o volume da carga que você irá transportar é muito importante porque existem situações onde a carga é muito volumosa, como colchões por exemplo, e o risco de você perder dinheiro cobrando apenas por peso é grande.

Peso das mercadorias: é o peso da carga que define o quanto seu caminhão vai gastar de combustível, além de implicar em manutenção, desgaste dos pneus e outros fatores, por isso a regra de mercado é cobrar o frete por quilo transportado.

Distância entre a coleta e a entrega: você precisa saber exatamente onde vai fazer a coleta e onde vai fazer a entrega da mercadoria, pois isso vai definir os seus custos operacionais da viagem. Além disso, é muito importante saber se haverá mais de um ponto de coleta e entrega.

Valor da carga na nota fiscal: a principal função de saber o valor da nota fiscal é medir o risco que você irá correr ao fazer o transporte, pois é necessário que você faça o seguro desta carga. Preste atenção em situações de “meia nota”, prática ilegal de alguns embarcadores para pagar menos impostos.

Generalidades: transporte rodoviário não é uma atividade simples, e muitas vezes você pode se deparar com custos não previstos, por isso é importante conhecer detalhes da viagem para saber se precisará cobrar por taxas não previstas no cálculo do frete-peso.

Espero que esta pincelada sobre o tema possa te dar um norte, mas se você quiser saber em detalhes como funciona o cálculo então acesse à série de artigos clicando aqui.

Forte abraço.
Ed Trevisan




Um comentário em “COMO FAZER O CÁLCULO DE FRETES? E O QUE É PRECISO?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *