Navios de passageiros passarão a usar motores a gás

navio-de-cruzeiro

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A nova geração de navios da Royal Caribbean International será movida a gás natural liquefeito (GNL) e dará início a uma nova era na construção naval, que reduzirá drasticamente a emissão de gases de efeito estufa. A companhia também prevê a inclusão de unidades de células de combustível nessas embarcações.

Dando continuidade a ações que visam fazer o contínuo desenvolvimento da eficiência energética e redução de emissões por meio de novas tecnologias, a Royal Caribbean assinou um acordo de intenções com o estaleiro Meyer Turku para a compra de navios desse novo projeto, chamado de Icon. As duas novas embarcações deverão ser entregues no segundo trimestre de 2022 e 2024, respectivamente.

Paralelamente, em 2017, a Royal Caribbean iniciará testes de utilização de células de combustível em um dos navios da classe Oasis. A energia será utilizada primariamente nas áreas de hotelaria do navio. A empresa também pretende introduzir o uso de célula de combustível nas novas embarcações da classe Quantum, que serão construídas nos próximos anos.

“Nossos clientes esperam a maior dedicação possível de nossa parte afim de melhorar a qualidade da navegação e trazer inovações para a indústria”, disse Michael Bayley, presidente e CEO da Royal Caribbean International. “E essa nova classe de navios nos desafiou a encontrar uma opção de propulsão que é bastante segura, confiável e mais eficiente do que nunca em termos energéticos”.

“A Royal Caribbean comprova mais uma vez sua posição de liderança na indústria de cruzeiros marítimos, trazendo novas tecnologias para melhorar a qualidade de suas embarcações e mostrando a tendência de crescimento desse mercado no mundo todo”, diz Ricardo Amaral, presidente e CEO da R11 Travel, distribuidora exclusiva da Royal Caribbean no Brasil.

Fonte: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *