Reino Unido precisa de mais de 45.000 caminhoneiros para suprir falta de mão-de-obra




caminhoneiro-inglaterra

800x150_blogodocaminhoneiro_02

A Associação Britânica dos Motoristas (TLC) e a Associação de Transportadores Rodoviários da Inglaterra (RHA) denunciam a grave crise do setor de transportes devido à falta de motoristas de caminhão. O salário baixo, o trabalho duro e o pouco tempo livre, entre outras causas, tem causado o abandono da profissão.

Os dados publicados são preocupantes e apresentam a grave situação que está vivendo o setor de transporte no Reino Unido. A industria precisa de ao menos 45.000 caminhoneiros novos pelo aumento da demanda e outros 40.000 para substituir os que abandonaram a profissão nos últimos anos.

Além disso, a idade média dos motoristas é alta, o que pode agravar ainda mais a situação. Cerca de 53.000 caminhoneiros devem se aposentar nos próximos cinco anos. Isso se deve ao fato dos jovens não se interessarem pela profissão, e outros, que são caminhoneiros profissionais, estarem exercendo outras atividades.

Visando resolver a situação, as entidades pedem subsídios do governo para formação de novos caminhoneiros, além de melhores instalações nas estradas e campanhas de sensibilização sobre o transporte e logística, com mais informações sobre as oportunidades de trabalho, e também uma melhor qualificação dos profissionais em todo o setor. A maior mudança, segundo uma pesquisa com caminhoneiros, seria o aumento dos salários pagos.

Também são fatores que tem afastado os motoristas da profissão o difícil caminho para obtenção da certificação de motorista profissional, algo que no Brasil é como a CNH categoria E e o E.A.R, e a dificuldade na obtenção da documentação dos veículos de carga, que acabam sendo extremamente demorados devido à burocracia.

Essas entidades tem formado parcerias com diversas redes, entre elas sistema de pagamento de combustíveis e pedágios, postos de combustíveis, como Shell e Esso, e outros, visando fomentar a participação de jovens entre 18 e 25 anos em cursos de formação de caminhoneiros.

Hoje, o salário médio de um caminhoneiro regional, que atua em cidades próximas, é de 2.000 Euros, considerado um baixo salário frente à outras profissões.

Blog do Caminhoneiro




63 comentários em “Reino Unido precisa de mais de 45.000 caminhoneiros para suprir falta de mão-de-obra

  • 18/11/2016 em 06:01
    Permalink

    Canada sum vagas camnhoneiros cheguei a conversar com a moça mais perdi o contato

    Resposta
  • 14/11/2016 em 11:18
    Permalink

    Sou motorista profissional a mais de 17 anos, estou desempregado. Quero trabalhar, seja no “Reino Unido”. Ou seja em qualquer parte do mundo.
    CNH “AE”. Dirijo carreta a mais de quatro anos.

    Resposta
  • 09/11/2016 em 15:36
    Permalink

    Como faço a inscrição para ir para o reino unido

    Resposta
  • 05/11/2016 em 11:58
    Permalink

    Tenho enterece é só me ligar que eu providencio o que for preciso, 75-99226-3331 Tim e zap e 75-99978-4153 vivo

    Resposta
  • 02/11/2016 em 08:59
    Permalink

    Não entendo porque fazem estes anúncios e não divulgam o saíste pra agente se cadastra se não ouvir saíste e propaganda enganosa .

    Resposta
  • 31/10/2016 em 09:39
    Permalink

    Olá , bom dia ! Sou carreteiro à mas de 14 anos no Brasil tenho experiência com carreta baú , sayde, glaneleira, bi-trem e cegonha. Já tenho passaporte carteira de habilitação internacional e tenho disponibilidade pra viaja, obrigado. 81-99648 5131 Tim 81-3437 3663. Gilson Souza gilsongaasouza@yahoo.com.br

    Resposta
  • 30/10/2016 em 05:17
    Permalink

    Porra nenhuma isso é história pra boi dormir.
    Brasil precisou de medico trouxe se fosse verdade também teriam vindo contratar aqui,ainda mais com essa crise

    Resposta
    • 06/11/2016 em 09:45
      Permalink

      O governo Britânico vai da os documentos para imigrantes ou chega lá a pessoa tem q correr atraz.
      Tenho a CNH. A E
      Só entra en contacto 55 37 99832 6784

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *