Caminhoneiros organizam protesto para dia 14 em Petrópolis




greve dos caminhoneiros

800x150_blogodocaminhoneiro_02

Os caminhoneiros da região farão um protesto na próxima segunda-feira (14), véspera de feriado, na BR-040 contra os frequentes assaltos que vêm sofrendo. Eles cobram segurança na descida da serra até o ponto que liga a Avenida Brasil. Apoiados pela CooperCamp (Cooperativa dos Caminhoneiros de Petrópolis), cerca de 50 caminhoneiros devem participar do manifesto.

Diversos áudios, gravados por caminhoneiros, com depoimentos após os assaltos, circulam em grupos de redes sociais alertando para o problema e descrevendo o local que na maioria das vezes é chegando no acesso para a Av. Brasil.

O presidente da CooperCamp, Jorge Lisboa, disse que a classe está se reunindo para o manifesto. “Faremos uma reunião neste sábado (12) para decidir o horário, porque não sabemos mais o que fazer. Alguns caminhões de entrega estão descendo em comboio, mas ainda assim estão sendo assaltados. Queremos saber de quem é a responsabilidade, pois pagamos todos os impostos, além do pedágio, e não temos segurança para trabalhar”, afirma.

A cooperativa conta com caminhoneiros das cidades de Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto e Três Rios.

Fonte: Tribuna de Petrópolis




17 comentários em “Caminhoneiros organizam protesto para dia 14 em Petrópolis

  • 09/11/2016 em 17:27
    Permalink

    Isso ae já é velho o classe pra não ter união!!! Começa com os próprios colegas de trabalho se vc para o colega pega o carro q vc trabalha para viajar.

    Resposta
  • 09/11/2016 em 15:13
    Permalink

    Caminhoneiros não. Sindicalistas ligados a CUT. Mais uma vez vão tentar usar os profissionais como boi de piranha..

    Resposta
  • 09/11/2016 em 14:24
    Permalink

    Acredito em papai Noel de jet ski…
    Mas não acredito mais na força que poderia ter o caminhoneiro de verdade..!!!

    Resposta
  • 09/11/2016 em 11:57
    Permalink

    Faz uma paralisação nas saídas das refinarias de petróleo. Barram os caminhões de combustível .aí sim nem bicicleta motorizada anda.

    Resposta
  • 09/11/2016 em 10:10
    Permalink

    Tem que ser feita em conjunto com outros estados para todos sem medo de nada, enquanto não baixa o óleo diesel e subir o frete melhorar as estradas, não voltar deixar falta mercadorias em todos os setores pra que eles enxerga quem leva o país nas costas essa e a verdade.

    Resposta
  • 09/11/2016 em 02:43
    Permalink

    Kd o povo quie tava organizando a paralisação do dia 30/10, bando de vagabundo que se vendem, estão preocupados com o próprio umbigo, eu estou parado a mais de 15 dias pq não tem condições de trabalhar, não existe uma ética e nem coerência nos valores de frete, bando de vagabundos aproveita a situação dos caminhoneiros parados, sucateados, e humilham esses país de família, tem motorista parados em ANAPOLIS-GO sem ter frete e nem dinheiro pra comer, kd o sindicato que não olha pra esses cidadãos??????

    Resposta
    • 09/11/2016 em 15:15
      Permalink

      Olha. O único sindicatos que, faz alguma coisa e, tenta resolver rápido problemas para caminhoneiros é o de Ourinhos. O resto é resto, só serve para mamar no trabalho alheio. E digo isto, sendo aqui do RS..

      Resposta
    • 09/11/2016 em 15:18
      Permalink

      Não conheço esse sindicato, conheço apenas o nosso sofrimento nas estradas, as humilhações que passamos pelas transportadoras, eu já ouvi de um embarcador que se eu não tivesse satisfeito era pra eu descarregar a carga que eu tinha acabado de carregar, pq na hr de pegar a nota o destino era diferente do que nos tinha combinado…..

      Resposta
    • 09/11/2016 em 15:29
      Permalink

      Marcos Veja no youtub reportagens do sindicatos de ourinhos.. Acho que é o único que trabalha em prol do autônomo.. ..

      Resposta
  • 09/11/2016 em 02:21
    Permalink

    Que babaquice essa paralisação. Nunca da em nada. Até hj mot só apanhou da policia e não ganharam nada. Será mais um fracasso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *