Conheça a vanderléia Double-Box




double-box

800x150_blogodocaminhoneiro_02

Encontrar uma Basculante “Vanderléia” com duas caixas de carga em um único chassi rodando pelas estradas brasileiras vem sendo motivo de espanto por parte de muitos caminhoneiros. Mesmo grandes conhecedores do transporte rodoviário ficam confusos quando avaliam a engenharia aplicada e o desempenho deste tipo de equipamento.

Esclarecendo a dúvida de muitos amigos da estrada, este produto chama-se Basculante Double Box, que foi desenvolvido pela equipe de engenheiros da Guerra Implementos Rodoviários e vem sendo utilizado por grandes transportadoras nacionais, principalmente no transporte de grãos.

A grande diferença, que chama a atenção na estrada, é o fato do equipamento possuir duas caixas de carga em um único chassi. Uma grande vantagem para quem busca uma basculante segura, com alto desempenho e que precisa diversificar suas possibilidades de transporte.

Vamos entender um pouco mais sobre este equipamento

basculante-double-box-2020A segurança da Basculante Double Box se deve ao comprimento reduzido das caixas de carga, ao sistema de articulação com bitola extralarga, a possibilidade de acionamento via controle remoto e aos modelos de cilindros hidráulicos, sendo o dianteiro de dupla ação, que permite um basculamento rápido e seguro. Quem trabalha com basculantes longas sabe dos riscos enfrentados no momento do basculamento, estes riscos que se devem a grande distância entre o cilindro e o eixo dos mancais de giro, relação conhecida como triângulo de estabilidade.

Outro ponto de segurança a ser considerado é a bitola extralarga dos eixos e das longarinas do chassi, que geram maior estabilidade lateral do conjunto rodando na estrada.

As duas caixas desta basculante permitem carregar dois tipos diferentes de carga no mesmo equipamento, diversificando as possibilidades de trasporte. Uma grande vantagem quando se está com dificuldades para conseguir fretes.

Os volumes das caixas de carga são variáveis, de acordo com a necessidade e aplicação de cada cliente, gerando semirreboques capazes de transportar de 40 m³ a 80 m³ de carga em um único frete. Grandes volumes como este só são possíveis devido à alta tecnologia aplicada no desenvolvimento estrutural deste equipamento, e também ao atendimento do comprimento legal do conjunto (16m), que possibilita ao transportador usufruir da totalidade do PBTC desta CVC, quando acoplado a qualquer cavalo trator 6×2, as 53 toneladas.

carretaFabricada em aço de alta resistência, a Basculante Double Box alia alta performance a uma tara reduzida, sendo capaz de suportar as mais severas aplicações ao qual é submetida no transporte de grãos, areia, brita e de adubos. Possue suspensão com três eixos distanciados, sendo o primeiro eixo autodirecional, popularmente conhecida como “Vanderléia”.

Para identificar melhor as vantagens da Double Box, podemos compará-la ao Bitrem Basculante e ao Semirreboque Basculante “Vanderléia” Longa.

Quando comparado ao Bitrem, uma das grandes vantagens é que existe a possibilidade de utilizar um cavalo mecânico 6×2 e não 6×4, além disso, como trata-se de um único equipamento, existe um eixo a menos e 4 pneus a menos. Vantagens em economia para o transportador.

Comparada ao Semirreboque Basculante “Vanderléia” Longa, a Double Box tem diversas vantagens, sendo mais segura e rápida no basculamento, mais estável na estrada e com a possibilidade da diversificação de cargas. Possui tara reduzida, permitindo maior volume de carga, além disso, atinge o comprimento mínimo legal para totalidade do PBTC com qualquer veículo 6×2.

A Guerra está sempre buscando alternativas inteligentes para auxiliar o transportador nas suas operações, e a Basculante Double Box sem dúvida é a alternativa mais inteligente para quem busca um equipamento versátil, seguro e de alto rendimento.

Fonte: Guerra




4 comentários em “Conheça a vanderléia Double-Box

  • 07/11/2016 em 21:43
    Permalink

    Há algum tempo, solicitei à Guerra a possibilidade de se fabricar essa double box com os 3 eixos juntos (normais), para utilização em estradas rurais, onde se exige muito da suspensão, em função das lombadas de curvas de nível muito altas. Mas não me responderam. Se não existe possibilidade técnica ou se ela não tem interesse em fabricar, que diga não, e pronto.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *