Você conhece a classificação dos produtos perigosos nas estradas?




O número ONU e o número de risco são números que nós vemos normalmente nas estradas em caminhões que transportam produtos perigosos. Esses números nos dizem qual produto está sendo transportado e qual risco que esse produto pode nos oferecer.

Sistema de classificação de risco – Rótulo de risco

Antes de falar do número ONU e o de risco, nós não podemos esquecer o rótulo de risco, que também deve estar presente para indicar de forma mais clara e visível o risco do produto que está sendo transportado. O rótulo de risco é um losango que apresenta na parte superior um símbolo de identificação do risco, no meio apresenta um texto identificando a natureza do risco, e na parte debaixo o número de classe ou subclasse de risco.

Esse rótulo de risco fica geralmente nas laterais e nas partes traseira e dianteira do caminhão. A classificação de classe e subclasse dos produtos perigosos é feita com base no tipo de risco que apresentam e conforme recomendações para o Transporte de Produtos Perigosos das Nações Unidas, que tem em sua composição as seguintes classes e subclasses:

  • Classe 1 – Explosivos
    • Subclasse 1.1: Explosivos com um risco de explosão em massa;
    • Subclasse 1.2: Explosivos com um risco de projeção;
    • Subclasse 1.3: Explosivos com um risco predominante na causa de incêndio;
    • Subclasse 1.4: Explosivos com nenhum perigo de explosão significativa;
    • Subclasse 1.5: Explosivos bem insensíveis com risco de explosão em massa;
    • Subclasse 1.6: Artigos extremamente insensíveis.
  • Classe 2 – Gases
    • Subclasse 2.1: Gases inflamáveis;
    • Subclasse 2.2: Gases não inflamáveis, gases não tóxicos *;
    • Subclasse 2.3: Gases tóxicos *.
  • Classe 3 – Líquidos inflamáveis (combustíveis líquidos)
  • Classe 4 – Sólidos inflamáveis; Substâncias sujeitas à combustão espontânea, e substâncias que se tornam perigosas quando entram em contato com a água.
    • Subclasse 4.1: Sólidos inflamáveis;
    • Subclasse 4.2: Materiais espontaneamente inflamáveis;
    • Subclasse 4.3: Materiais que em contato com a água emitem gases inflamáveis.
  • Classe 5 – Substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos
    • Subclasse 5.1: Substâncias oxidantes;
    • Subclasse 5.2: Peróxidos orgânicos.
  • Classe 6 – Substâncias tóxicas e substâncias infecciosas
    • Subclasse 6.1: Substâncias tóxicas (venenosas);
    • Subclasse 6.2: Substâncias infecciosas.
  • Classe 7 – Materiais radioativos
  • Classe 8 – Substâncias corrosivas
  • Classe 9 – Substâncias perigosas diversas

Entendendo o número de risco e o número ONU

O número de risco é uma identificação que é utilizada na Europa e em alguns regulamentos da América do Sul. Essa identificação pode ser encontrada no topo de um painel laranja, que fica em contentores para granel intermodais. Já o número ONU é um número de identificação da ONU (Organização das Nações Unidas) que funciona como se fosse um RG de um produto perigoso; ele é composto por 4 dígitos e fica na parte inferior desse painel laranja.

O número de risco é composto geralmente por 2 ou 3 dígitos, que em geral indicam os seguintes riscos que estão listados abaixo:

  • 2 – Emissão de gás devido à pressão ou à reação química;
  • 3 – Inflamabilidade de líquidos (vapores) e gases, ou líquido sujeito a autoaquecimento;
  • 4 – Inflamabilidade de sólidos, ou sólidos sujeitos a autoaquecimento;
  • 5 – Efeito oxidante (favorece a formação de incêndio);
  • 6 – Toxicidade;
  • 7 – Radioatividade;
  • 8 – Corrosividade;
  • 9 – Risco de reação violenta espontânea.

Observações

O risco de reação violenta espontânea, que está incluído no dígito 9 inclui a possibilidade de risco devido a natureza de uma substância, risco de explosão, desintegração e reação de polimerização seguida pela libertação considerável de calor ou de gases inflamáveis e/ou tóxicos .

A Duplicação de um dígito indica uma intensificação do risco respectivo (por exemplo, 33, 66, 88).
Quando o risco está associado a uma substância, ele pode ser adequadamente indicado por um único dígito que é seguido por um zero (por exemplo, 30, 40, 50).

Um número de identificação do perigo prefixado pela letra “X” indica que a matéria reage perigosamente com a água (por exemplo, X88).

Fonte: ENGQUIMICASANTOSSP




2 comentários em “Você conhece a classificação dos produtos perigosos nas estradas?

  • 09/01/2017 em 18:44
    Permalink

    A disposição e dimensões (dentre outras) estão regulamentadas pela ABNT/NBR 7500:2013. Mas nao é raro nos depararmos com as irregularidades descritas, inclusive por empresas com certificação SASSMAQ.

    Resposta
  • 09/01/2017 em 10:34
    Permalink

    Sim, parabéns pelo tópico assim fazemos uma sociedade melhor !!!

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!