Setor de transporte gera quase dois mil novos empregos em fevereiro




O setor de transporte criou 1.818 novas vagas de trabalho em fevereiro de 2017. É a primeira vez, nos últimos meses, que se tem uma variação positiva entre o número de admissões e demissões no setor transportador.

O resultado positivo se deve, em parte, à recuperação do nível de atividade econômica do Brasil, uma vez que, à medida que os setores voltam a produzir, demandam o serviço de transporte para receber insumos e distribuir mercadorias, seja no mercado interno, seja no externo. Outro fator que impactou a abertura de vagas no setor é o início do escoamento da safra de soja.

No entanto, apesar do resultado positivo de fevereiro, o estoque de empregos estimados para 2017 ainda está abaixo do de 2016. No acumulado do ano, foram fechados 9,6 mil postos de trabalho apenas no setor transportador.

O modal rodoviário, o mais utilizado no país para transporte de cargas e de passageiros, é o que registra a maior perda no período: 8.471 postos. Por outro lado, também foi o que criou mais vagas no mês de fevereiro de 2017 (1.601 postos).

Fonte: Agência CNT de Notícias




4 comentários em “Setor de transporte gera quase dois mil novos empregos em fevereiro

  • 24/03/2017 em 16:42
    Permalink

    MENTIRA, ESTA OFERTA DE EMPREGO DEVE-SE APENAS POR CAUSA DOS QUE PERDERAM O EMPREGO PEGO NO EXAME ANTE DROGA, E GRAÇAS A DEUS ESTAS ESCORIAS DO SETOR ESTÃO AFASTADOS DAS ESTRADAS.

    Resposta
  • 21/03/2017 em 18:01
    Permalink

    Poderia ser melhor aí se as transportadora ,empresas não coloca sem tanta restrições em motorista.
    Reclamam que falta motorista no mercado de trabalho mas são as pessoas restrições que impedem as contratações. Por exemplo eu sou motorista carreteiro mas como estou desempregado e com o nome no spc e serasa não contrada por causa das seguradoras pankari, boni etc.
    Quem no Brasil numa crise dessa não deve está com o nome negativado são poucos .
    Pra minha família não passa fome trabalho de ajudante de pedreiro.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!