Falha em balanças gera multa para caminhoneiros




Cinco balanças de aferição de carga localizadas em rodovias das regiões Sul e Centro-Oeste do Estado de Minas Gerais estariam apresentando falhas nas medições, com variações de até 1.700 kg de um posto para o outro. O problema foi discutido ontem em audiência da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), após sucessivas queixas de caminhoneiros. Foi aprovado um requerimento para que o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG) encontre uma solução, sob pena de fechamento das balanças.

O autor do requerimento foi o deputado estadual Antônio Carlos Arantes (PSDB). “Teve caminhoneiro que trouxe 70 autuações que ele recebeu no último mês, de uma única balança. Em outras, ele não é multado. É claro que tem alguma coisa errada. Tem que resolver isso ou fechar”, afirmou.

As cinco balanças sob suspeita estão em Pratápolis (KM 52,6 da MG–344), Arceburgo (KM 9,3 da MG–449) e Alpinópolis (KM 328 da MG–050), no Sul de Minas, e Carmo do Cajuru (KM 109 da MG–050) e Córrego Fundo (KM 5,8 da MG–439), na região Centro-Oeste.

A diretora de Fiscalização do DEER-MG, Maria Luiza Monteiro, disse que será montada, a partir desta quarta-feira (24), uma força-tarefa do órgão com o Instituto de Metrologia e Qualidade de Minas Gerais (Ipem). “Vamos tentar encontrar uma maneira de fazer as verificações da forma mais precisa possível. Só fecharemos a praça se for um caso extremo”.

Tolerância

Margem de erro. Segundo o Ipem, a medição do Peso Bruto Total (PBT) do caminhão tem margem de tolerância de 5%. E na medição por eixo, 10%. É multado quem excede esses limites.

Fonte: O Tempo




43 comentários em “Falha em balanças gera multa para caminhoneiros

Deixe sua opinião sobre o assunto!