Caminhoneiros são presos por uso de emulador de Arla 32




A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizaram, na BR 101 em São Miguel dos Campos, uma operação temática de combate a crimes ambientais. Durante a ação cinco condutores foram presos: três por adulterar o Arla 32 e outros dois por uso de documento falso. Os alvos da ação eram caminhões fabricados a partir do ano de 2012 e o objetivo dos trabalhos é fazer com que as leis ambientais sejam respeitadas e que os motoristas profissionais não burlem o Arla 32, aditivo que diminui os níveis de poluição emitidos pelos motores a diesel.

Ao todo, foram abordados quase 80 caminhões. A maioria estava dentro dos padrões de normalidade. Mas também foram encontradas irregularidades, como o não uso do Arla 32 e a utilização de emulador, equipamento que burla o funcionamento do sistema catalisador, fazendo com que a emissão de poluentes não diminua.

Para a polícia, os infratores alegam o aumento dos custos com o frete para justificar as irregularidades e o não cumprimento do que prevê a legislação ambiental. Segundo eles, a cada 100 litros de combustível, cinco litros de Arla é consumido, o que elevaria o frete em cerca de 5%.

Esse trabalho faz parte de um esforço conjunto da PRF e do Ibama para o cumprimento de acordos firmados pelo Brasil com organismos internacionais, que preveem a diminuição da emissão de poluentes.

Prisões

Todas as prisões aconteceram no último dia da operação. Em três veículos de carga foram encontrados emuladores, equipamento esse que burla o funcionamento do sistema catalisador, fazendo com que a emissão de poluentes não diminua. Interessante que, embora sejam caminhões e motoristas diferentes, todos os veículos irregulares pertenciam à mesma empresa. Os três primeiros detidos foram enquadrados no crime previsto no art. 54 da Lei 9605/98, por causar poluição que possa resultar em danos à saúde humana. Em outras duas fiscalizações, os motoristas abordados apresentaram Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos falso aos policiais.

Os caminhoneiros foram levados para a Delegacia de Polícia Civil em São Miguel dos Campos, Os veículos irregulares ficaram retidos no pátio da PRF e só deverão ser liberados após a regularização, com a retirada do emulador.

Conscientização

Enquanto as fiscalizações aconteciam em São Miguel dos Campos, em outro trecho da BR 101 a PRF, através do Grupo de Educação para o Trânsito (Getran) do órgão, tratava sobre o tema com condutores de caminhões.

Os motoristas profissionais que paravam no Posto Pichilau, em Rio Largo, puderam bater um papo com representantes da PRF sobre a Semana Nacional do Meio Ambiente, tirar dúvidas acerca dos trechos de BRs que cortam o estado e ouvir mais sobre a importância do uso adequado do Arla 32 para os usuários da via.

Inscreva-se




51 comentários em “Caminhoneiros são presos por uso de emulador de Arla 32

  • 18/06/2017 em 21:24
    Permalink

    Esse catalisador acaba com a potência dos caminhões entope e arrebenta com a turbina é uma porcaria além de ser caro

    Resposta
  • 18/06/2017 em 21:13
    Permalink

    O combustivel no BRASIL e um lixo poluente ! deveriam multar quem os fabrica!, e não quem é obrigado a usar como dizia meu AVÔ a corda sempre arrebenta no lado mais fraco!

    Resposta
  • 18/06/2017 em 20:07
    Permalink

    È impressionante como a prf é eficaz para temas de tamanha relevância perante as demais mazelas das rodovias. Ate parece que tem uma motivação a mais para isso!

    Resposta
  • 18/06/2017 em 17:37
    Permalink

    Penso da seguinte forma…
    Se nao tem condicoes de usar no veiculo oque foi elaborado pelos engenheiros e montadoras nao compre o caminhao q usa…
    Ai o motorista faz oque o patrao manda e ele q vai preso no lugar do patrao…
    Aqui o capa 10 diz
    Se eu nao puder arcar com o custo do transporte eu paro os carros.
    Compre arla na volvo e bote.
    Muito melhor q andar errado eh ter razao quando for parado.

    Quem nao aguenta carregar a mala ,nao faça a mala

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!