Cresce ação de quadrilhas especializadas




Mato Grosso não foge da modalidade de crime que vem crescendo cada vez mais, os roubos e furtos de cargas. A cada ano, os registros desta natureza vêm aumentando em todo o país. No Estado, um balanço da Secretaria de Estado de Segurança Pública aponta que o primeiro semestre deste ano houve um crescimento de cerca de 30% dos casos de roubos e furtos de cargas em comparação com mesmo período do ano passado.

O crescimento mais expressivo é o de roubos. Em Mato Grosso nos seis primeiros meses deste ano já foram contabilizados 49 roubos, um aumento de 40% em relação ao ano passado quando foram registrados 35 crimes desta natureza no primeiro semestre.

Os furtos também tiveram aumento. O levantamento mostra que de janeiro a junho deste ano houve um crescimento em 21% dos casos. Neste ano já somam 69 registros e no ano passado foram 57 no primeiro semestre.

Para evitar os crimes, as empresas estão utilizando a tecnologia e o rastreamento para tentar impedir que veículos e a carga sejam roubados. O rastreamento possibilita que o caminhão seja bloqueado, caso saia do limite do seu trajeto. Mesmo assim, os crimes tem tornado motivo de preocupação para empresas, motoristas e até seguradoras. O poder de fogo e profissionalização das quadrilhas é um dos motivos deste temor.

Os caminhoneiros que acabam sendo as maiores vítimas de quadrilhas nas estradas, na maioria das vezes são mantidos em cativeiros. Como ficam sem acesso aos meios de comunicação, o crime pode ser descoberto somente depois de alguns dias, o que dificulta a investigação. Os produtos geralmente já têm compradores e muitas vezes os veículos são levados para desmanche.

No mês passado, por exemplo, foi desarticulada pela Polícia Civil, uma quadrilha que usava jovens como “iscas” para atrair caminhoneiros. Os trabalhadores eram surpreendidos pelos criminosos que levavam o veículo e as cargas. A atuação da organização criminosa não se restringia a Mato Grosso. Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná também foram alvos da quadrilha.

Os produtos alvos dos bandidos são variados. No último sábado, uma carreta carregada de madeira foi recuperada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), em um barracão, nas proximidades da Avenida Filinto Müller, em Várzea Grande.

Fonte: Diário de Cuiabá

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!