Metalúrgicos da Volvo fecham acordo com abono de R$ 6 mil




Reunidos em assembleia organizada pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) na porta de fábrica na manhã desta quarta-feira (6), os trabalhadores da Volvo do Brasil, na Cidade Industrial de Curitiba, aprovaram o acordo salarial para 2017. A proposta foi alinhada depois de várias negociações entre Sindicato e representantes da montadora.

Foi acordado abono salarial de R$ 6 mil, que será pago já em setembro; reajuste salarial de 10%, retroativo dos últimos 24 meses, também aplicado já em setembro; outro reajuste salarial de aproximadamente 2%, saldo da INPC, que será pago em setembro de 2018; aumento do vale mercado para R$ 560/mês, um reajuste de 33% referente aos últimos 24 meses.

Só o abono de R$ 6 mil que será pago para todos os trabalhadores injetará cerca de R$ 14 milhões na economia da Grande Curitiba. Esse cálculo é o referente a multiplicação dos R$ 6 mil pelos 2.450 trabalhadores da Volvo do Brasil.

Negociação

“Além da conquista financeira, também garantimos nessa negociação o compromisso da empresa de que qualquer item da Reforma Trabalhista será discutido primeiramente com o Sindicato, para buscarmos, através do entendimento e da negociação, uma alternativa para que o legislado sobre o negociado sempre prevaleça com a Volvo do Brasil”, destaca Sérgio Butka, presidente do SMC.

O acordo fechado pelos trabalhadores ainda garante a manutenção de todos os itens já negociados no acordo coletivo. A unidade brasileira da Volvo emprega 2450 trabalhadores e produz atualmente 63 veículos por dia, sendo 17 veículos médios, 38 pesados e 8 ônibus. Além do mercado interno atende Argentina, Peru e Chile.

Ainda em outubro do no ano passado, os trabalhadores da Volvo aceitaram uma proposta bastante parecida: abono de R$ 5 mil, líquidos, e um reajuste de 9,8% no vale-alimentação, que subiu de R$ 419 para R$ 460. Na ocasião, a discussão do reajuste salarial foi adiada junto com a data-base para setembro deste ano.

Fonte: Gazeta do Povo




Deixe sua opinião sobre o assunto!