COLUNA MECÂNICA ONLINE – Entenda a sopa de letrinhas junto da estratégia modular que chega com o Novo Volkswagen Polo




Na coluna publicada em 30 de julho revelamos os diferenciais da nova estratégia modular que a Volkswagen lança no mercado brasileiro com a chegada no Novo Polo. Intitulada MQB, tem por objetivo proporcionar a aplicação de um leque maior de tecnologias numa gama maior de modelos.

A começar pelo sistema de direção com assistência elétrica, que possui entre suas principais vantagens em relação aos sistemas de assistência hidráulica a demanda de energia apenas quando necessário – ou seja, em curvas ou manobras, por exemplo. Isso representa uma redução no consumo de combustível de até 3% quando comparado com um sistema de direção com assistência hidráulica (convencional).

O sistema de assistência elétrica não utiliza fluido em seu funcionamento, o que é outra vantagem em relação à assistência hidráulica. Além de ser melhor para o meio ambiente, o usuário tem um item a menos com que se preocupar nas manutenções.

Mas vamos destacar desta vez a sopa de letrinhas, itens que o consumidor muitas vezes já ouviu falar, mas não consegue entender bem o funcionamento e as tecnologias envolvidas.

TC (M-ABS) – O controle de tração tem a função de reduzir o escorregamento das rodas durante a aceleração ou quando o veículo começa a destracionar, em curvas acentuadas, controlando eletronicamente o torque do motor.

O sistema de freios ABS é um dos mais modernos disponíveis e é composto por outros recursos de segurança, como o EBD (distribuição eletrônica das forças de frenagem) e ESS (Emergency Stop Signal ou Sinal de Frenagem de Emergência).

O sistema EBD distribui eletronicamente as forças de frenagem entre os eixos traseiro e dianteiro, garantindo a estabilidade e a segurança.

O ESS funciona como um alerta para evitar colisões traseiras. Caso o motorista pressione o pedal de freio de forma acentuada, mantendo uma frenagem mais consistente, o sistema aciona as luzes de frenagem de forma intermitente na frequência de 3Hz. Após essa frenagem, com o veículo estático, as luzes de freio param de piscar e o ESS aciona as luzes de pisca-alerta na frequência de 1,25Hz, indicando que o veículo está parado.

O sistema MSR (Motorschleppmomentregelung ou Controle do Efeito Freio Motor) evita o escorregamento das rodas em pisos de baixo atrito devido ao efeito do freio-motor. Esse sistema atua quando o motorista libera rapidamente o pedal do acelerador e nas reduções de marcha, aumentando o torque através do controle do acelerador eletrônico.

ESC – Controle eletrônico de estabilidade – O sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica essa para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.

HHC (Hill Hold Control) ou controle de assistência de partida em rampa – Em aclives acima de 5%, o sistema mantém o veículo freado por até 2 segundos, após o motorista aliviar o pedal do freio. Os freios são liberados progressivamente durante a aceleração, permitindo a partida do veículo com mais conforto e tranquilidade em rampas.

HBA (Hydraulic Brake Assist system) – reconhece a frenagem de emergência por meio da velocidade de acionamento e da pressão aplicada no pedal. O BAS aumenta ativamente a pressão de freio, que é então modulada pela intervenção do ABS. Quando o motorista reduz a pressão no pedal de freio ou ocorrer redução da velocidade do veículo abaixo de um limite mínimo, ocorre o fim da assistência de frenagem.

EDS (Elektronische Differenzialsperre ou Bloqueio eletrônico do diferencial) – Em trilhas ou em situação de baixa tração em uma das rodas motrizes, o bloqueio eletrônico do diferencial aciona o freio da roda com menor tração, transferindo o torque para a roda com maior tração, proporcionando assim melhor eficiência à saída do veículo. Esse sistema de “tração inteligente” funciona de forma automática, sem necessidade de o motorista acionar um botão no painel. Além disso, o sistema atua em curvas e em velocidade de até 80 km/h.

O sistema XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial) é uma função integrada ao controle eletrônico de estabilidade (ESC) para melhorar o comportamento dinâmico do carro. O XDS+ aumenta a agilidade e diminui a necessidade de movimentação do volante por meio de intervenções seletivas nos freios das rodas internas às curvas nos dois eixos. Além disso, o XDS+ funciona com quaisquer condições de aderência do piso. Isso resulta em uma dirigibilidade mais precisa.

BSW (Bremsscheibewischer – Limpeza Automática dos Discos de Freio) – O Novo Polo também conta com o inovador sistema BSW, que identifica situações de discos de freio molhados, em condições de chuva. O sistema de freios trabalha para aproximar as pastilhas dos discos de freio dianteiros, em frações de segundo e de forma imperceptível para o motorista, com o objetivo de secar os componentes e garantir o menor espaço de frenagem possível. O sistema atua acima de 70 km/h e com o limpador de para-brisa acionado. Essa tecnologia, até então apenas presente em carros de luxo, garante ao Novo Polo muito mais segurança e precisão nas frenagens.

Monitoramento da pressão dos pneus – O ESC inclui o Sistema de monitoramento de pressão dos pneus, que colabora para maior segurança. O recurso funciona por meio dos sensores de velocidade de roda do ABS e detecta quando a pressão dos pneus cai porque a velocidade daquela roda é alterada, passando a girar mais rapidamente em relação à velocidade do carro. O sistema verifica os pneus constantemente. Manter a pressão correta também ajuda os pneus a durarem mais e reduz o consumo de combustível.

Outro recurso é o GMA (Giermomentaufbauverzögerung ou Controle do Momento de Giro), que diminui a possibilidade de giro do veículo em piso com diferentes níveis de atrito. O sistema também proporciona diferentes forças de frenagem no momento da desaceleração até que a rotação das rodas seja equalizada.

Suspensões exigem calibrações específicas para a região na qual o veículo será produzido e comercializado. O Novo Polo terá configuração dianteira independente tipo McPherson e interdependente na traseira, com eixo de torção. Os pneus “verdes” colaboram para a redução de combustível.


Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!