Empresa oferece máquinas agrícolas compartilhadas




Uma startup (nova empresa de tecnologia) promete resolver o problema dos produtores que não podem – ou não querem – adquirir máquinas geralmente caras e que correm o risco de passar parte do ano ociosas. Nascida em 2016, a Agrishare promove a conexão entre agricultores e prestadores de serviços.

“Trabalhamos com consultoria para otimizar o tempo do produtor rural e redução de sua sobrecarga de trabalho, possibilitando a ele e à sua equipe, focar na gestão da propriedade”, diz Paulo Cesar Corigliano, diretor da empresa.

Atualmente, a Agrishare possui mais de 300 prestadores de serviços em seu catálogo, com a disponibilização de mais de 800 máquinas – especialmente colheitadeiras e plantadeiras – e mais de 200 produtores cadastrados e que utilizam o serviço a cada nova empreitada.

“Até o final deste ano, estaremos com mais de mil máquinas. A economia compartilhada, ou colaborativa, é uma forma de todos terem a possibilidade de aumentar o faturamento e encontrar possibilidades de conquistar resultados melhores gastando menos”, afirma Corigliano.

Como funciona

A plataforma de software funciona via aplicativo e foi desenvolvida para o uso da comunidade de produtores rurais e empresas ligadas ao agronegócio.

O sistema permite ao produtor encontrar o prestador para oferecer serviço em sua propriedade. A solução web disponível para smartphones, tablets e PCs possui um mecanismo de busca intuitivo, de uso gratuito, e considera o tipo de cultura e a região onde o trabalho precisa ser realizado.

O cadastro para prestadores que desejam disponibilizar máquinas e serviços também não possui custo. Uma taxa é cobrada desse profissional apenas quando algum negócio for fechado por meio do sistema.

A Agrishare cobra do prestador uma taxa de R$ 10 por hectare, limitado a R$ 6.000 por máquina, para colheita e plantio. Para outros serviços, como pulverização, correção do solo, transporte de máquinas agrícolas, entre outros, a taxa é de 5%.

Para saber mais e ter acesso à plataforma, basta visitar o site da empresa https://www.agrishare.com.br/.

Fonte: Canal Rural




Deixe sua opinião sobre o assunto!