Transportadoras dos Estados Unidos aumentam salários de motoristas




Nos Estados Unidos é grande a aflição das empresas de transporte por conta da falta de motoristas carreteiros. Estima-se que em pouco tempo faltarão mais de 100 mil motoristas, e muitas empresas tem dificuldades de manter os caminhoneiros em seu quadro de funcionários, por conta de cada vez mais benefícios oferecidos pelas empresas concorrentes.

Por conta disso, algumas transportadoras estão aumentando consideravelmente salários e bonificações para os caminhoneiros, para reter esses profissionais. É o caso de quatro grandes transportadoras norte americanas, K&B Transportation, Bulldog Hiway Express, W.N. Morehouse Truck Line e Hornady Transportation, que anunciaram aumento de salários e bonificações para seus motoristas.

A partir de agora, a K&B Transportation, uma das 150 maiores empresas dos Estados Unidos, de Nebrasca, aumentou o valor pago para novos motoristas para US$ 1.650, que é dividido em três parcelas nos primeiros pagamentos. Também é pago o valor de US$ 0,45 por milha rodada (1,6 quilômetro), com pagamento mínimo de 2.500 milhas por semana, totalizando US$ 1.125 por semana.

Na empresa Bulldog Hiway Express, da Carolina do Sul, anunciou um novo programa de pagamento de motoristas, que garante um mínimo de US$ 1.000 por semana para motoristas fixos. Também é pago o valor de US$ 0,50 por milha rodada, com o mínimo de 2 mil milhas por semana, totalizando mais US$ 1.000 por semana, e um adicional de US$ 300 a cada dois finais de semana fora de casa.  Também é bonificado em US$ 100 as inspeções DOT, um tipo de tacógrafo digital, e US$ 1.000 de bônus para novos motoristas, além de US$ 3.000 para indicação de novos motoristas, férias pagas após um ano de empresa e um seguro de vida de US$ 50 mil, mantido pela empresa.

A W.N. Morehouse Truck Line, também de Nebrasca, está aumentando o valor pago por milha rodada para os motoristas com base no tempo de serviço de cada um na empresa. A partir do mês que vem, a empresa pagará US$ 0,42 por milha rodada para novos motoristas, chegando a US$ 0,49 por milha para motoristas com mais tempo de serviço na empresa.

 

 

Já a empresa Hornady Transportation, do Alabama, garante US$ 1.000 de pagamento semanal mínimo. Os motoristas com mais de três anos de experiência, mesmo que em outras empresas, irão receber US$ 0,53 por milha, e os com menos experiência receberão US$ 0,49 por milha rodada. A cada ano, esse valor por milha é aumentado em US$ 0,01, até chegar ao limite de US$ 0,56 por milha. Os motoristas que já trabalham na Hornady receberão de US$ 0,52 a US$ 0,54, dependendo do tempo de serviço na empresa.

Essas estratégias das empresas mostram o tamanho do problema enfrentado pelos Estados Unidos para manterem uma das maiores cadeias de transporte rodoviário funcionando plenamente. Não é incomum ver grandes frotas com muitos caminhões parados por falta de motoristas.

Em uma pesquisa recente, o problema da falta de motoristas ficou no topo da lista de problemas que as empresas irão enfrentar daqui para a frente.

Até o momento, não há nenhum programa de importação de motoristas profissionais de outros países, como o Brasil.




63 comentários em “Transportadoras dos Estados Unidos aumentam salários de motoristas

Deixe sua opinião sobre o assunto!