VW Caminhões e Solví celebram parceria em livro




Das ruas para as páginas de um livro: os 20 anos de parceria entre a VW Caminhões e o Grupo Solví no desenvolvimento de caminhões compactadores de resíduos acabam de se tornar uma publicação especial. “ A história da maior inovação da coleta de resíduo no Brasil”, livro que conta a trajetória de sucesso das duas empresas na limpeza urbana de cidades brasileiras e também latino-americanas, teve seu lançamento oficial na sede da MAN Latin America, com a presença dos presidentes Roberto Cortes e Carlos Leal Villa, do Grupo Solví.

A publicação retrata a evolução na tecnologia dos caminhões VW de coleta resíduos, que conferem grande capacidade de armazenamento de carga mesmo em veículos compactos, elevada potência com baixo nível de ruído e emissões e os completos sistemas de telemetria que monitoram em tempo real todo o desempenho, seja em termos de consumo de combustível, de carga transportada, dentre outros, gerando relatórios diários e online.

Os caminhões VW movidos a gás natural veicular (GNV), já utilizados pela Solví, são destaque nessa história de inovação: seu uso já resultou em redução de 95% nas emissões de material particulado, de 70% em óxido de nitrogênio (NOx) e de 20% de gás carbônico (CO2). Atualmente os caminhões fazem parte do dia a dia da coleta de resíduos em cerca de 250 municípios brasileiros, além de importantes cidades do Peru e da Bolívia.

“Os caminhões vocacionais VW tornaram-se um case internacional na área de coleta de resíduos, graças ao desenvolvimento de modelos sob medida para essa finalidade, com o acompanhamento próximo da VW atendendo a todas as especificidades com a robustez necessária e o aprimoramento constante”, afirma Carlos Leal Villa.

“Fazer parte dessa história de modernização de um serviço público tão primordial e de forma sempre inovadora é motivo de orgulho para a MAN Latin America. Nossa premissa é fortalecer essa parceria com os melhores caminhões e atendimento de excelência no Brasil e na América Latina”, destaca Roberto Cortes.




Deixe sua opinião sobre o assunto!