Chuvas pioram estradas da região sul do Maranhão




Após as chuvas dos últimos dias, as condições das estradas usadas para escoamento da produção agrícola no sul do Maranhão pioraram.

Localizada entre Balsas, no Maranhão, e Ribeiro Gonçalves, no Piauí, o trecho da BR-324 possui 117 quilômetros e um movimento intenso de caminhões. A estrada nunca foi asfaltada é um desafio para os motoristas, principalmente no período chuvoso.

Nesse ponto os veículos estão terminando de transportar a safra colhida no primeiro semestre na região conhecida como “Ilha de Balsas”. De acordo com o caminhoneiro João Mateus, o percurso é longo e as condições da pista tornam a viagem perigosa.

“São três horas de viagem de lá pra cá. 60 Km. É para acabar, viu? Ai é rodar ligeiro, quebra com o carro… Aí o trem fica feio”, reclamou o caminhoneiro.

No trecho entre Balsas e Alto Parnaíba, na MA-006, passam quase metade da safra agrícola da região. A colheita da soja nas áreas que foram plantadas mais cedo deve começar no fim do mês de janeiro, causando aumento no movimento de caminhões nas estradas da região.

Nos últimos dias as chuvas pioraram as condições da rodovia e a falta de manutenção pode comprometer o escoamento da safra porque a quantidade de buracos aumentou. Segundo o caminhoneiro Moisés Marques, o transporte da próxima safra está ameaçado.

“Agora a coisa piorou e vai piorar mais porque não arrumam e cada vez que chove os buracos vão só aumentando. Há 60 dias atrás ainda estava razoável. Começou a chover e está cada vez piorando mais”, declarou.

Há dois anos o Governo do Estado do Maranhão fez uma recuperação emergencial, mas o serviço não resistiu por muito tempo. Em relação a MA-006, a Secretaria Estadual de Infraestrutura disse que aguarda a liberação de recursos para reconstruir todo o trecho e que está discutindo com entidades ligadas ao agronegócio alternativas para garantir o escoamento da próxima safra.

Já em relação a BR-324, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que a rodovia consta no plano nacional de viação apenas como “planejada”. Também informou que, quando a BR for construída, vai se sobrepor a MA-378, uma rodovia coincidente no mesmo traçado, que atualmente é de responsabilidade do Governo do Estado.

Fonte: TV Mirante




Deixe sua opinião sobre o assunto!