Caminhão Volkswagen transporta cultura alemã pelo Brasil

Kultur-Tour-011O cavalo-mecânico VW Constellation 19.390 vai comprovar mais uma vez seu perfil estradeiro. Idealizado para viagens rodoviárias de longa-distância, o caminhão vai rodar o país com uma carga especial: cultura alemã para brasileiros, promovendo o intercâmbio entre as duas nações. A jornada começa hoje, dia 13 de maio, por São Paulo e vai percorrer mais 16 cidades do país, num total de 14 estados.

Esta é a ideia do KulturTour, turnê realizada pelo Ministério da Cultura (MinC) e pelo Goethe-Institut, instituto cultural da República Federal da Alemanha, com patrocínio da MAN Latin America, fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e caminhões MAN, do Banco Volkswagen e da Volkswagen do Brasil. O projeto é um dos destaques da “Temporada da Alemanha no Brasil 2013-2014 – Quando ideias se encontram”.

Em cada uma das 17 cidades visitadas, pessoas de todas as idades vão conferir durante uma semana apresentações culturais itinerantes, a bordo do VW Constellation 19.390. O objetivo é cruzar o país para compartilhar as várias facetas da cultura alemã moderna em plenas praças brasileiras.

Com palco retrátil e uma carroceria especialmente pintada em conjunto pelo alemão Jim Avignon e o brasileiro Carlos Dias, dois renomados artistas contemporâneos, a carreta vai transportar cultura em forma de cinema, livros, músicas, teatro, workshops e narração de histórias, entre muitas outras atividades. Caberá ao caminhão VW Constellation distribuir essa cultura por todo o território nacional. Todas as atividades serão abertas ao público.

Grande apoiadora da cultura brasileira, com incentivo e patrocínio a diversas peças de teatro e literárias, a MAN Latin America é exemplo da força estratégica do Brasil para a Alemanha e da importância da parceria entre os dois países. Única montadora de caminhões e ônibus VW no mundo, o Grupo Volkswagen escolheu o Brasil para sediar a operação, dando início em 1979 ao que hoje é a MAN Latin America, maior fabricante de veículos comerciais da América Latina e líder há dez anos consecutivos na venda de caminhões no Brasil.

Do Norte ao Sul do país, Constellation distribui cultura aos brasileiros

O evento de abertura do KulturTour do “Ano Alemanha + Brasil 2013-2014 – Quando ideias se encontram” será no dia 13 de maio, no Theatro Municipal de São Paulo, das 10h às 15h. A partir daí, será uma semana em cada lugar.

Confira abaixo o calendário

13 de maio: evento de abertura em São Paulo
18 e 19 de maio: participação na Virada Cultural de São Paulo
5 a 9 de junho: Florianópolis
12 a 16 de junho: Três de Maio
19 a 23 de junho: Blumenau
26 a 30 de junho: Londrina
21 a 25 de agosto: Vinhedo
28 de agosto a 1º de setembro: Rio de Janeiro
4 a 8 de setembro: Belo Horizonte
11 a 15 de setembro: Vitória
6 a 10 de novembro: Salvador
13 a 17 de novembro: Recife
20 a 24 de novembro: Campina Grande
21 de novembro a 1º de dezembro: Natal
5 a 9 de fevereiro de 2014: Fortaleza
12 a 16 de fevereiro de 2014: Teresina
19 a 23 de fevereiro de 2014: São Luís
26 de fevereiro a 2 de março de 2014: Belém

Fonte: MAN Latin America

Volkswagen apresenta Amarok R-Style Concept com motor de 272 cv

VW-Amarok-Power-Pickup-13E quem disse que uma picape não pode se tornar um modelo com temperamento esportivo? A Volkswagen apresentou no Festival de Wörthersee, um evento do grupo com exibição de carros conceito e acessórios na Alemanha, uma versão esportiva conceitual da Amarok, batizada de R-Style. A novidade, baseada na carroceria cabine simples do modelo, conta com um motor a diesel V6 de 272 cavalos.

De acordo com a montadora alemã, o conjunto mecânico biturbo da nova Volkswagen Amarok R-Style Concept tem capacidade para entregar 61,1 kgfm de torque, e opera juntamente com a transmissão automática de oito velocidades e tração nas quatro rodas permanente, que leva a picape média de 0 a 100 quilômetros por hora em 7,9 segundos.

Além disso, a Amarok R-Style Concept traz rodas de 22 polegadas com acabamento em preto, calçadas em pneus de medida 295/35, pinças de freio em vermelho, faróis bi-xenon com LEDs, espelho retrovisores em zinza, para-choque dianteiro com entrada de ar mais amplas, para-lamas mais largos, saias laterais, santantonio em cinza, suspensão rebaixada, dupla saída de escape e lanternas com iluminação por LEDs.

VW-Amarok-Power-Pickup-23Na parte de dentro, a Volkswagen deu ares mais esportivo ao painel da picape, com direito a acabamento em fibra de carbono, detalhes em vermelho, volante de pegada mais esportivo com raios duplos em cromado, cluster com cronômetro, medidor da pressão do turbo e temperatura do óleo logo na parte de cima do painel, a exemplo do novo Fusca, além de bancos esportivos com revestimento em couro preto e detalhes em vermelho.

Na parte de dentro, a novidade é um novo volante, de pegada mais esportiva, detalhes em vermelho e em fibra de carbono.

Fonte: Car Blog

20 novos Iveco Stralis Hi-Way para Yamaha Factory Racing Team e a Dorna Sports no Moto GP

Iveco_MotoGP_1Um total de vinte novos Iveco Stralis Hi-Way foram entregues a Yamaha Factory Racing Team, a equipe do campeão mundial, o espanhol Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, vencedor de quatro títulos mundiais no passado, e a Dorna Sports, a empresa espanhola que controla a organização da MotoGP, a principal série de corridas internacionais.

A cerimônia de entrega foi realizada dia 4 de maio no circuito de Jerez de La Frontera, na Espanha, no final da qualificação do Grande Prêmio da Espanha, com a presença dos pilotos da Yamaha Factory Racing Team, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, Lin Jarvis, Diretor da Yamaha Racing Team e Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna Sports.

O novo Stralis Hi-Way, produzido na fábrica em Madrid, Espanha, é o “carro-chefe” top de linha da Iveco, premiado como International Truck of the Year 2013. O veículo entregue é parte da parceria que a Iveco renovou pelo quarto ano consecutivo, com o MotoGP como “Caminhões e veículos comerciais” e com a fábrica da Yamaha Racing. Em particular, tem fornecido treze novos Iveco Stralis Hi-Way para a Dorna e sete novos Stralis Hi-Way e uma van Daily para a Yamaha. Os veículos Iveco, conhecidos pela confiabilidade e segurança, serão usados durante toda a temporada para o transporte de equipamentos, materiais, mobiliário para escritório e oficina ao longo de todo o percurso da competição.

O campeonato começou no dia 07 de abril com a corrida noturna espetacular em Doha, capital do Qatar, e terminará no circuito de Valência, na Espanha, em novembro. Dezoito corridas totais que terão lugar em treze países ao redor do mundo em quatro continentes.

O envolvimento da Iveco na MotoGP terá sua visibilidade máxima na corrida de Assen, em 29 de junho, no circuito holandês, e levar o nome da Iveco TT Assen 2013. A empresa também será o patrocinador do título para a competição marcada para 29 de setembro na pista do circuito espanhol de Aragon, que será chamado o Grande Prêmio de Aragon IVECO.

Em ambos os circuitos, a marca Iveco será visível em toda a pista, em particular, em duas curvas no início da reta e sobre o pavimento da grade. Além disso, a marca Iveco estará presente no próximo MotoGP de Catalunya numa curva e em uma ponte.

Fonte: Camionisti on line

Presidente da Volvo visita estradas do Nordeste

roger alm - volvo fhAtendendo a um convite do jornalista Pedro Trucão dos programas Globo Estrada (Rádio Globo ) e Pé na Estrada (Band), pelo terceiro ano consecutivo, o presidente da Volvo Roger Alm embarcou em uma mais experiência rodoviária. Desta vez ele colocou o pé na estrada para conhecer a realidade do transporte de carga e vivenciar o dia a dia dos motoristas que trafegam pelas estradas do Nordeste.

Foram 520 km, de Fortaleza (CE) a Natal (RN), com uma parada em Mossoró para conhecer o processo de produção e transporte de sal na região além da extração de petróleo. O ponto de partida foi a concessionária Apavel, em Fortaleza, a bordo de um FH 540, com implemento do tipo Vanderleia carregado com 53 toneladas de pedra brita. Na direção, Vânio Albino, instrutor de treinamento da Volvo.

As viagens pelas estradas do Brasil começaram em 2011, no trecho entre Goiânia e Itumbiara. Em 2012 foi a vez da BR 163 entre Rondonópolis e Cuiabá. Satisfeito com o resultado das experiências, Alm garantiu ao final desta terceira viagem que aconteceu de quinta (2) a sábado (4): “Enquanto eu estiver no Brasil, nós vamos ter pelo menos uma viagem desta por ano”.

volvo-site-2Em contato com os motoristas, Roger ouviu sugestões e também reclamações sobre a dura vida nas estradas. Já no pátio da concessionária Apavel, o caminhoneiro Francisco Carlos Pereira, o “Ceará Fala Grossa”, pode dividir com o presidente o sonho de ter seu próprio caminhão. Com 50 anos de idade, ele dirige caminhões Volvo há 30 anos e é fã da marca. “Estou dirigindo no momento este 460 e estou satisfeito. Meus filhos estão formados na faculdade e eu faço meu próprio horário de trabalho viajando por todo o Brasil. Mas é preciso estar atento aos roubos, agora os malandros estão rastreando até o celular”, comentou.

Logo na saída de Fortaleza, pela BR 116, em pista simples, apesar do pesado volume de caminhões, já deu para sentir a necessidade de investimentos para a duplicação que traria mais segurança e mais eficiência para o transporte, sobretudo no caso dos novos modelos mais potentes como o FH 540.

Com maior ou menor movimento de caminhões, a pista simples se estendeu até Natal onde a viagem terminou com um almoço de confraternização com os funcionários da concessionária Gotemburgo: “Nosso desafio é fazer caminhões considerando inclusive as condições das rodovias, ou seja, produzindo veículos cada vez mais confortáveis e seguros para que os motoristas brasileiros possam realizar da melhor forma seu trabalho”, concluiu Roger Alm.

Fonte: Revista Carga Pesada

Caminhão Fuso Canter – um premiado campeão de vendas – completa 50 anos

Fuso Canter Eco Híbrido

A primeira geração do caminhão Fuso Canter chegou ao mercado em março de 1963. Cinquenta anos e oito gerações depois, a Daimler celebra esse caminhão como seu maior bestseller, tendo vendas por todo o mundo, num total de mais de 3.700.000 unidades, desde seu lançamento no Japão.

O caminhão leve Fuso Canter é o carro-chefe da Mitsubishi Fuso Truck and Bus Corporation (MFTBC), subsidiária da Daimler, sendo foco da demanda de clientes em mais de 150 países de todos os continentes. Desde 1980, o Fuso Canter é produzido para o mercado europeu em Tramagal, Portugal, tendo crescente popularidade na região.

Desde o ano passado, o Fuso Canter também está disponível na Europa em uma versão híbrida, que consome até 23% menos combustível do que o Canter convencional, pagando-se dentro de três a quatro anos.

Mais recentemente, na Irlanda, o Fuso Canter Eco Hybrid conquistou o prêmio de melhor produto quanto à eficiência energética, premiação concedida por ocasião da feira europeia “SEAI Energy Show 2013” (autoridade da área de energia sustentável da Irlanda), em Dublin. Além disso, o caminhão híbrido também foi honrado com o importante prêmio “Irish Green Commercial Vehicle of 2013” (Veículo Comercial ‘Verde’ de 2013 na Irlanda).

No Japão, o Fuso Canter Eco Hybrid já até entrou para a história da prestigiada premiação para o carro do ano “RJC Car of the Year Award”. Essa foi a primeira vez que o prêmio foi conferido a um fabricante de veículos comerciais. Ele foi dado ao Fuso Canter na conferência de jornalistas e pesquisadores do setor automotivo “RJC” (Automotive Researcher’s and Journalist’s Conference), no final de 2012.

“Estamos orgulhosos dos sucessos que alcançamos com o Fuso Canter por mais de cinco décadas”, afirmou Dr. Albert Kirchmann, presidente e CEO da MFTBC. “Os cinquenta anos de história do produto atestam a confiança e a satisfação de nossos clientes com o Fuso Canter, que se destaca por sua alta eficiência quanto ao consumo de combustível e o ótimo retorno do investimento”.

Segundo Dr. Kirchmann: “O foco da estratégia de crescimento FUSO 2015 é ser o ‘Número Um’ especialmente em nosso mercado de origem, o Japão. É por isso que a nossa principal tarefa é oferecer aos parceiros de negócios os produtos, soluções e serviços mais apropriados”. Para tanto, a empresa está planejando um total de 40 lançamentos para este ano, incluindo novas versões do produto e novos segmentos de mercado.

Além do 50º aniversário do caminhão Fuso Canter, a MFTBC, fundada em janeiro de 2003, também está celebrando o aniversário de dez anos da empresa e o 80º aniversário da marca Fuso, que já existe desde 1932.

A MFTBC comercializa ampla gama de produtos sob a já bem conhecida marca de veículos comerciais Fuso, que inclui os caminhões leves Canter e Guts, o caminhão médio Fighter, o caminhão pesado Super Great e o ônibus urbano Aero Star, bem como o ônibus rodoviário Aero Queen.

O Fuso Canter

A primeira geração do Fuso Canter surgiu com o modelo T720, um caminhão leve com carga útil de duas toneladas, que foi introduzido no mercado japonês em março de 1963. Desde então, mais de meio século se passou. O modelo atual é a sua oitava geração e reflete o desenvolvimento tecnológico contínuo do veículo.

Já o Fuso Canter Eco Hybrid combina a máxima eficiência quanto ao consumo de combustível com o máximo em compatibilidade ambiental, o que é possível devido à combinação inovadora da transmissão de embreagem dupla DUONIC com a tecnologia híbrida. Além dos mercados europeus, esse caminhão híbrido será oferecido sucessivamente para outros países. Desde fevereiro de 2013, também está disponível na Austrália, que é um dos principais mercados em vendas da linha Fuso.

1963 Primeira geração: Canter T720
Versão com cabina sobre o motor e carga útil de 2 toneladas
1968 Segunda geração: Canter T90
Todos os modelos equipados com motor de alto desempenho
Primeira repaginação total do modelo
1973 Terceira Geração: Canter T200
Linha de produtos aprimorada, com carga útil de 2,5 e 3 toneladas
1978 Quarta geração do Canter
Nova linha, incluindo cabina estendida e carga útil de 3 toneladas
1985 Quinta geração do Canter
Equipada com um motor turbo de 130 PS
1991 Um milhão de unidades vendidas no Japão
1993 Sexta geração do Canter
com propriedades aerodinâmicas aprimoradas
2002 Sétima geração do Canter
Modelo atualizado para adequação do desempenho do veículo às normas mundiais
2006 Primeira geração do Canter Eco Hybrid
2010 Oitava geração do Canter
Equipado com tecnologia BlueTec e transmissão com embreagem dupla DUONIC
2012 Segunda geração do Canter Eco Hybrid
Atinge uma dimensão inteiramente nova com a primeira transmissão de embreagem dupla do mundo DUONIC com tecnologia híbrida

Sobre a Fuso

A Mitsubishi Fuso Truck and Bus Corporation (MFTBC), com sede em Kawasaki, Japão, é uma das fabricantes líderes de veículos comerciais da Ásia. A empresa produz e comercializa caminhões leves, médios e pesados, assim como ônibus. A Daimler AG detém 89,29% das ações da MFTBC. As 10,71% restantes pertencem a várias empresas do grupo Mitsubishi. A MFTBC faz parte da divisão de negócios da Daimler Trucks pertencente à Daimler AG.

Fonte: Daimler

Mitsubishi e AutoDuo fazem Show Car da L200 Triton Savana

L200-Triton-Savana-ADX (1)Um modelo único e exclusivo já pode ser visto em eventos, feiras e exposições por todo o país. Em parceria com a empresa AutoDuo, especializada em preparação de veículos, a Mitsubishi desenvolveu um show car da aventureira L200 Triton Savana, e deixou essa picape ainda mais impressionante.

Batizada de L200 Triton Savana ADX, essa picape não quer modéstia e gosta de ser olhada, admirada e fotografada. Não é à toa. Com os incrementos que recebeu, está mais alta e cheia de mimos, que vão deixar qualquer apaixonado babando de inveja. Para se ter uma ideia, a caçamba está a cerca de 1,5 metro de altura do solo.

“Conseguimos destacar ainda mais a capacidade off-road e a robustez características da L200 Triton Savana, criando um projeto audacioso em parceria com a AutoDuo. Não tenho dúvidas que chamará muito a atenção por onde passar. Além de bonita, a L200 Triton Savana ADX reflete tudo o que exploramos com os veículos Mitsubishi: tecnologia, força e resistência. Trata-se de um veículo que não estará em linha, mas mostra as possibilidades de customização que qualquer proprietário de L200 Triton pode atingir”, garante Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors.

L200-Triton-Savana-ADX (2)O visual da L200 Triton ADX surpreende logo a primeira vista. A começar pelos pneus Scorpion ATR aro 20″, que são um show a parte e deixam essa picape ainda mais impressionante. Para suportar uma roda com essas dimensões, foi instalada uma suspensão de 2,5″, que elevou o veículo. Flares nas caixas de rodas completam o visual e não deixam o pneu ficar para fora da estrutura.

A AutoDuo também equipou essa fera com um guincho dianteiro especial Come-up Seal DS 9.5, da Auto4, com controle remoto wireless e cabo sintético de kevlar. Além de ficar com um aspecto ainda mais off-road, é extremamente útil em diversas situações fora de estrada, podendo até rebocar outros veículos.

Mas não para por aí. Um guincho elétrico KT-3000 foi colocado na caçamba, auxiliando na colocação de diversos materiais. Para aumentar a capacidade de carga, foi instalado um extensor, que garantiu 40 cm a mais na caçamba, deixando a Savana ADX pronta para transportar maiores volumes.

“Com a missão de manter todas as principais características do veículo em funcionamento e acrescentar maior capacidade off-road, encaramos esse desafio para criar a exclusiva e única L200 Triton Savana ADX. Desenvolvemos diversos materiais para este modelo, inclusive kits especiais. Tenho certeza que será um grande sucesso nas ruas e uma amostra do que os proprietários da linha L200 Triton podem ter em seus veículos”, destaca Leonardo Moreira, proprietário da AutoDuo.

L200-Triton-Savana-ADX (3)Para a comodidade no trânsito e na hora de estacionar, foram instalados sensores dianteiro e traseiro, além de uma câmera de ré de última geração da Dalgas Precision Equipments.

Para deixar a visão do motorista ainda melhor, par de faróis auxiliares de 8″ da Ironman 4×4 garantem mais segurança nas estradas e trechos com pouca ou nenhuma iluminação. Reforçando o visual, um conjunto com quatro faróis de 6″ foi colocado no teto. Sem dúvida, luz é o que não falta para L200 Triton Savana ADX.

A primeira exibição da L200 Triton Savana será na Adventure Sports Fair, de 1 a 5 de maio, no Pavilhão do Ibirapuera, em São Paulo. Depois, fique de olho: essa fera pode cruzar com você pelas ruas.

Especificações técnicas – L200 Triton Savana ADX
Pneus – 325-65R20 Scorpion ATR
Rodas – 20×9,5
Suspensão – Off-Road com Lift de 2,5″
Guincho Frontal – DS 9.5
Cabo Kevlar 8mm x 30m
Guincho Caçamba – KT3000 com controle wireless
Cabo Kevlar 5mm x 15m
Faróis PCI – 8″ VEGA 220
Faróis Defletor Teto – 6″ W-650
Faróis Ré – 2×4″ ATV
Body Lift 4,7″
Estribo Rock-Slider laterais e traseiros
Sensores dianteiro, traseiro e câmera – Dalgas Precision Equipments

L200 Triton Savana

A L200 Triton Savana, comercializada nas concessionárias, é equipada com motor diesel de 3.2 litros, 16 válvulas, DOHC com injeção eletrônica direta Common-Rail, turbocompressor e intercooler, resultando em eficiência, baixos índices de vibração e ruído, além de menor emissão de poluentes. A potência é de 170 cv a 3.500 rpm e o torque é de 35 kgf.m a 2.000 rpm.

Agressivo por fora e confortável por dentro. A L200 Triton Savana transporta até cinco passageiros e vem equipada com o moderno kit multimídia Power Touch com GPS, 1.250 cidades mapeadas, rádio, cd, DVD, Bluetooth, ar condicionado automático, vidros, retrovisores e travas elétricas. Os bancos recebem uma capa em neoprene e o tapete de borracha deixa o interior ainda mais elaborado, versátil e funcional.

O sistema de tração é o Easy Select 4WD, que permite a opção de três modos distintos de atuação: 4×2 – somente tração traseira, recomendado para uso urbano/rodovias e se traduz em economia de combustível e menor nível de ruído, 4×4 – tração nas quatro rodas, ideal para pistas de baixa aderência, como terra, areia, cascalho, lama, etc., e a 4×4 com reduzida – indicada para uso em situações em que se faz necessária força total, como a transposição de obstáculos, tarefa facilitada pelo diferencial traseiro de escorregamento limitado LSD Hybrid, que transfere automaticamente a tração para a roda que necessita de força.

A suspensão dianteira é independente, com braços triangulares duplos, amortecedores hidráulicos, molas helicoidais e barra estabilizadora.

Fonte: Mitsubishi Motors

Pontos cegos no caminhão

volvo+fm+2Considerando que a visão é responsável por 90% das informações necessárias para uma direção segura, a existência de pontos cegos – áreas na parte externa do veículo em que um objeto ou pessoa é ocultado por uma obstrução ou limitação de visibilidade, ocasionada por peças estruturais e as dimensões do próprio veículo – pode ser crucial para a garantia de uma boa viagem.

Embora não existam dados relativos ao índice de acidentes causados por este problema, a falta de conhecimento destes pontos pode explicar parte das inúmeras colisões laterais que ocorrem entre os veículos de grande porte e automóveis ou motos, primordialmente em conversões ou mudanças de faixas.

Segundo uma análise do Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária), alguns fatores que podem influenciar na visibilidade lateral são o tamanho e posição das áreas envidraçadas nas portas e dos espelhos retrovisores, o tipo de espelho (mais ou menos convexo) e a quantidade de espelhos à disposição do condutor. Já os pontos que afetam na visibilidade frontal são o tamanho e inclinação do para-brisa, o formato da carroceria (capô) e as dimensões das colunas dianteiras, além da inclinação e largura destes itens.

Para se prevenir contra este problema, o instituto dá algumas dicas para os motoristas. De acordo com o Cesvi, boa parte dos modelos novos de caminhões vêm equipados com múltiplos espelhos retrovisores, incluindo os que são colocados sobre a porta lateral direita do veículo, possibilitando minimizar a área cega próxima a roda dianteira. Com isso, uma recomendação do centro é que os caminhões que não possuam espelhos extras instalem este item para que o condutor tenha as áreas reduzidas, principalmente do lado direito, uma região mais suscetível a colisões nas manobras.

De acordo com o Cesvi, outra medida que aumenta a segurança é o treinamento. Conforme informações divulgadas pelo centro, após a realização de um curso de prevenção de acidentes para condutores de uma frota de caminhões de uma empresa da Grande São Paulo, que incluiu a análise das áreas cegas, foi verificada uma redução de 50% dos sinistros.

Fonte: Portal O Carreteiro