Opiniao do dono [Scania R440, na cegonha]

IMG_0577

Continuando a série sobre o que os donos dizem sobre seus caminhões, desta vez conversei com o dono de um sucesso de vendas da categoria extrapesada, o Scania R440.

O Scania R440 tem como destaque o Motor de 440 cavalos Euro 5 que veio para substituir o motor de 420 cavalos, após o programa Proconve P7 para diminuir as emissões de poluentes. Este motor possui 440 cavalos e tem o maior torque da categoria, e não tem deixado a desejar os frotistas no quesito economia/desempenho. Como resultado disso, foi o caminhão extrapesado euro5 mais vendido.

O caminhão em questão é um lindo R440 highline, 4×2, azul ultramarino equipado com cambio Optcruise, suspensão pneumática que trabalha atrelado a uma cegonha. O caminhão é bem novo, possui apenas 30 mil Km rodados e 2 meses de uso, mas já fez a revisão dos 5 mil Km, que não foi detectado nada relevante no caminhão.

IMG_0581

Não é novidade pra ninguém que o caminhão “passeia” na cegonha, o motor de 440 cavalos brinca com as cargas que alcançam no Maximo 18 Ton. Eu acompanhei o caminhão no trajeto de Sinop a Uberlandia, vazio, as médias variavam de 2,7 a 3 Km por litro andando “no sapatinho” entre 1400 e 1600 rpm. O consumo de Arla do caminhão tem mais autonomia por conta de um tanque de 100 litros adicionado na plataforma, proporcionando ao caminhao uma autonomia de aproximadamente 3 mil Km com 150 litros de Arla.

IMG_0592

O dono esta muito satisfeito com o caminhao, substituiu um Iveco Stralis 380 por ele e disse que as diferenças são muito grandes, principalmente no consumo e conforto. A escolha da compra foi por conta da fama e respaudo que a Scania já tem, e pela indicação de amigos.

Única reclamação que o motorista tem, e que eu pude perceber no acompanhamento, é o cambio Optcruise, que tem um delay (atraso) nas trocas de marcha muito grande, coisa de 3 segundos e meio, que parece pouco falando assim, mas em uma ultrapassagem apertada ou em um top que necessite de uma troca ágil, causa um certo “frio na barriga”.
No mais o dono esta muito satisfeito, e sabe que o caminhao não lhe trará problemas futuros por se tratar de um Scania.

IMG_0591

Ficha técnica:

Motor 13 litros – Proconve Fase 7

DC13 112 440 cv

Potência Máxima………………………………………………………………… 440 hp (324) kW a 1900 rpm

Torque Máximo………………………………………………………………2300 Nm entre 1000 a 1300 rpm

Capacidade de Óleo……………………………………………………………………………………………36 dm³

Freio Motor……………………………………………………………………………………… 261 kW a 2400 rpm

Cambio Optcruise 14 velocidades.

*Vou fazer outra analise de um R440, porem trabalhando em um serviço mais comum como Bitrem, para ter uma analise mais geral sobre o veiculo!.

Obrigado!
H. David.

Volvo FH460, o caminhão mais vendido em 2012

volvo fh 460Se no cômputo final das vendas de 2012 a Volvo ficou com a quarta posição entre as principais marcas – em vendas – a tradicional montadora sueca teve coroada a performance do FH460, o caminhão mais vendido de 2012, com 4.510 unidades e 10,98% de participação do segmento de caminhões pesados.

A informação consta do balanço anual divulgado nesta quinta-feira, 03, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), que aponta o Scania R440 como o segundo pesado mais vendido no ano passado: 3.983 unidades e participação de 9,68% do segmento. A Volvo fabrica seus modelos na cidade de Curitiba, no Paraná, e a Scania monta seus veículos em São Paulo, na cidade de São Bernardo do Campo.

Na verdade, Volvo e Scania dominaram as cinco primeiras posições do ranking de vendas de pesados, aponta a Fenabrave. Na terceira posição deu Volvo FH540 (1.642 unidades e 3,99% do mercado), na quarta deu Scania P360 (1.554 unidades e 3,78% do mercado) e na quinta posição deu Volvo FH440, com 1.352 unidades vendidas e 3,29% de participação.

No geral foram comercializados 41.130 caminhões pesados em 2012.

Volvo FH440

“Nossos caminhões têm uma grande contribuição no transporte por sua alta produtividade, resistência e baixo consumo de combustível, atributos que garantem maior rentabilidade aos empresários do setor” afirma Roger Alm, presidente de vendas e marketing de caminhões do Grupo Volvo na América Latina.

Os caminhões da marca são conhecidos no mercado pela robustez, segurança, economia de combustível e grande disponibilidade. Os modelos da linha F são ideais para composição bitrem, rodotrem e carretas de três eixos normais ou espaçadas (Vanderléia). O FH 440 – o mais vendido do País na categoria pesado – é ideal para o transporte de grãos. Com maior potência e torques, o modelo aumenta a produtividade do transporte, já que consegue manter uma velocidade média mais alta.

Outra vantagem dos caminhões da linha F é que podem vir equipados com a caixa de câmbio eletrônica I-Shift, que oferece redução no consumo de combustível em até 5%, além de proporcionar mais conforto ao motorista. “O agronegócio é o segmento que mais impulsiona a economia brasileira e o aumento do uso de tecnologia no campo tem feito a produção nacional bater recordes. Nossos caminhões acompanham essa evolução, são equipados com o que há de mais moderno e inovador em termos de tecnologia, o que os tornam ideais para o transporte de cargas”, explica Bernardo Fedalto Jr, diretor de caminhões da Volvo no Brasil.

Fonte: Transportepress