Fuso Super Great HEV – Novo caminhão híbrido da Daimler




O modelo em questão está equipado com um motor convencional de combustão interna a diesel; com um motor/gerador elétrico; com um pack de baterias de íon-lítio; e com o seu respectivo software de controle eletrônico. Baseia-se na tecnologia já utilizada no modelo de caminhão comercial fuso Canter Eco Hybrid, do qual foram vendidas mais de 1 200 unidades desde o seu lançamento em 2006. O Super Great HEV utiliza um sistema híbrido de tipo paralelo, o que significa que pode ser propulsionado só pelo motor elétrico; só pelo motor de combustão; ou por uma combinação dos dois (dependendo das condições de condução do mesmo).

A tecnologia híbrida é atualmente encarada como uma solução muito adequada a veículos comerciais que efetuem operações como recolhimento de lixo ou a distribuição de mercadorias em zonas geográficas bastante restritas, o que se deve ao seu grande número de paradas e de arranques (permitindo uma otimização da energia cinética recuperada para o sistema regenerativo KERS). Mas a Fuso salienta que os caminhões de longas diatâncias podem igualmente tirar partido da frenagem regenerativa, por exemplo em descidas prolongadas, e a empresa otimizou o sistema híbrido do seu caminhão para capturar energia mesmo em descidas com inclinações pouco acentuadas.

A Fuso afirma que os primeiros testes do Super Great HEV em condições reais nas auto-estradas japonesas demonstraram um incremento de eficiência de combustível de até 10% frente à de veículos com tração convencional a diesel. Esta companhia quer agora otimizar ainda mais os ganhos de eficiência através da redução do peso do sistema híbrido.

Fonte: WikiEnergia




Deixe sua opinião sobre o assunto!