Paccar começa a construir fábrica de caminhões em Ponta Grossa




A fábrica de caminhões DAF lançou nesta segunda-feira a pedra fundamental da unidade que a montadora norte-americana Paccar vai construir em Ponta Grossa. Com investimentos de US$ 200 milhões, o empreendimento, beneficiado pelo programa Paraná Competitivo, vai gerar cerca de 500 novos empregos diretos na região dos Campos Gerais.

A fábrica será construída em uma área de 500 hectares às margens da PR 151, entre os municípios de Ponta Grossa e Carambeí. A Paccar pretende iniciar as operações em abril de 2013, com a montagem de caminhões nos modelos LF, CF e XF, da marca DAF. Durante o evento desta segunda-feira, os dirigentes da empresa também receberam a licença ambiental concedida pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

“O momento em que vive o Paraná demonstra um salto de industrialização e leva a um novo patamar econômico, trazendo mais qualidade de vida e prosperidade para todos”, disse o governador Beto Richa. Ele destacou que o Estado registrou, em 2011, um número recorde em geração de emprego com carteira assinada. “Fechamos este primeiro ano de governo com 157 mil postos de trabalho registrados. Desses, 98 mil foram no interior do Estado”.

Segundo Richa, com a instalação da Paccar há a expectativa de que outras 20 fábricas se instalem no Estado. “Elas vão fornecer insumos e peças para atender a nova indústria, gerando milhares de postos de trabalho indiretos”, disse. Para ele, o investimento da montadora serve também como estímulo para outras empresas internacionais se instalarem no Paraná “Vivemos um novo ciclo de industrialização e de resgate da confiança dos investidores no governo”.

Para Mark Pigott, presidente da DAF,o governo se mostra parceiro dos empresários porque tem consciência da importância da geração de renda e emprego para a sua população. “Estamos honrados em merecer este apoio”, disse. O presidente da Paccar também destacou a parceria consolidada entre a empresa e a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) para o desenvolvimento de cursos de educação continuada, nas áreas de engenharia e contabilidade, com o objetivo de qualificar futuros funcionários.

Fonte: Jornale




Deixe sua opinião sobre o assunto!