O movimento de caminhões que transportam soja não para nessa safra




O movimento de caminhões que transportam soja não para na BR-452. A rodovia liga a região sul de Goiás ao Sudeste do país. Por dia, mais de 200 carretas deixam o município de Rio Verde com destino ao Porto de Santos, em São Paulo.

Só em uma transportadora foram contratados 170 motoristas. Em dois meses, a empresa levou mais de um milhão de toneladas de grãos para São Paulo, produção da safra 2011/2012.

Cerca de 35% das exportações de soja deste ano saíram pelo Porto de Santos. A região Centro-Ooeste é responsável por boa parte da exportação de soja do país. Um levantamento da CONAB mostrou que só no ano passado, o Brasil exportou quase 33 milhões de toneladas do grão. Em Goiás, além das empresas, os produtores rurais estão cada vez mais interessados no mercado externo.

De acordo com o corretor de grãos Jaime Júnior, o mercado mundial está aquecido e o produtor que está exportando consegue fazer bons negócios. “Em alguns momentos, o mercado externo paga mais que o mercado interno. O produtor mais tecnificado fica arbitrando onde dá maior margem, quando ele vê o Porto pagando mais que o mercado interno, ele vende para o Porto”, diz.

Fonte: Globo Rural





Um comentário em “O movimento de caminhões que transportam soja não para nessa safra

  • 21/06/2013 em 16:01
    Permalink

    queria poder encontrar meu pai ele é caminhoneiro o nome dele é jose osmair da silva é de assis pr na epoca carregava soja agora nao sei mais nada dele

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!