Funcionários da Busscar votam contra plano de recuperação judicial




Uma assembleia organizada pelo Sindicato dos Mecânicos de Joinville (SC) com trabalhadores que são credores da Busscar, fabricante de carrocerias para ônibus, votou neste domingo pela não aprovação do plano de recuperação judicial da empresa.

A reunião deste domingo tinha o objetivo de decidir o voto que a categoria terá na assembleia geral de credores – que vota o plano apresentado pela empresa no fim do ano passado à justiça – prevista para a segunda quinzena de maio.

Segundo o presidente do sindicato laboral, Evangelista dos Santos, cerca de 2,5 mil trabalhadores estiveram na assembleia deste domingo, que ocorreu na Associação Recreativa do Sindicato dos Mecânicos de Joinville. A votação foi por aclamação e a maioria se posicionou contra o plano. Segundo Santos, o plano da empresa não é satisfatório para os trabalhadores porque prevê deságios, carência e um prazo longo de pagamento da dívida trabalhista, em até 36 meses.

LEIA MAIS  PRF e PM descobrem oficina de adulteração de veículos em Joinville

O total de trabalhadores – entre atuais funcionários e ex-funcionários – que são credores da Busscar chega a 5,8 mil pessoas, mas nem todas comparecem às votações, dentre outras razões, por já terem se mudado da cidade, conforme explicou Santos.

O total do passivo da Busscar, estimado pelos advogados da empresa, seria de R$ 644 milhões, sendo que bancos e fornecedores respondem por mais da metade deste valor. Com os trabalhadores, a empresa teria uma dívida de R$ 114 milhões. Já o administrador judicial, Rainoldo Uessler, estima a dívida da Busscar em R$ 868,9 milhões, sendo R$ 115 milhões o valor dos trabalhadores.

LEIA MAIS  PRF e PM descobrem oficina de adulteração de veículos em Joinville

Fonte: Valor Online




Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!