Híbrido da Volvo, “Mean Green” quer bater recorde mundial de velocidade




O Volvo “Mean Green”, caminhão híbrido de corrida mais rápido do mundo, tentará alcançar a velocidade de 260 km/h no dia 27 de abril no Wendover Airfield, em Utah, nos Estados Unidos. A marca poderá render seu próprio recorde mundial de velocidade.

Segundo Ron Huiber, presidente de marketing e vendas da Volvo Trucks na América do Norte, tecnologia e inovação são os focos da companhia e o modelo aparece como um exemplo da capacidade técnica da Volvo. “Além disso, ele é prova de que nossos engenheiros trabalham frequentemente com tecnologias emergentes. E, neste caso, desenvolveram o mais rápido caminhão híbrido do mundo utilizando o mesmo sistema de direção da Volvo”, diz o executivo.

Na construção do “Mean Green”, o time da Volvo adaptou o equipamento híbrido da empresa ao chassis de um caminhão projetado para correr. Os engenheiros, então, equiparam o veículo com um motor D16 e uma versão modificada da caixa de câmbio i-Shift, que interage com o motor elétrico. “O resultado é um enorme aumento de velocidade desde a partida sem qualquer atraso do motor a diesel habitual”, explica Boije Overbring, proprietário e motorista do “Mean Green”. “É como uma rolha de champanhe, mas sem o barulho. Por alguns segundos, o caminhão só emite um apito leve até que o motor a diesel – que roda com resina líquida renovável – começa a funcionar.”

No total, o “Mean Green” conta com uma potência de 2.100 cavalos – dos quais 200 vêm do motor elétrico. A aerodinâmica também desempenha um papel vital para atingir a desejada velocidade máxima,. Para isso, os designers da Volvo selecionaram um VN norte-americano e o modificaram para conseguir melhor forma aerodinâmica para o caminhão.

Fonte: Blog Volvo Caminhões




Deixe sua opinião sobre o assunto!