Noma lança projeto visita à fábrica em Maringá

por Blog do Caminhoneiro

A Noma do Brasil, uma das maiores fabricantes de implementos rodoviários da América do Sul, acaba de colocar em prática o projeto “Visita à Fábrica”. Trata-se de um programa de convites especiais que serão feitos a distribuidores, parceiros e clientes do Brasil e do mercado externo, para conhecerem todo o processo produtivo de sua fábrica em Maringá, no Paraná, onde atuam 1400 funcionários e são produzidos 650 carretas por mês.

Na estreia do projeto a Noma contou com a parceria da Truck Center, seu distribuidor no Paraguai, para trazer um grupo de 17 clientes e dois jornalistas que participaram de um tour e de outras atividades, conhecendo os novos sites de produção, recém inaugurados dentro da planta industrial no Paraná, que conta com 175 mil metros quadrados.

Segundo Marcelo Stringhi, gerente de exportação da Noma, responsável pela recepção do grupo, eles ficaram impressionados principalmente com a tecnologia da tampa Ecotech, da nova linha Fênix, que substitui o compensado naval por duas camadas de alumínio e uma de polímero, e pelo moderno sistema de pintura E-Coat que permite alcançar índices de desperdício de tinta próximos a zero.

“Os resultados foram excelentes, pois, com este conceito, de trabalhar na fidelização, passamos ainda mais confiança aos nossos clientes com relação à qualidade de nossos produtos. Seguramente, geraremos novas oportunidades de negócios”, comenta Stringhi, que prevê realizar mais três visitas ainda este ano com foco no mercado externo.

A Noma estenderá também o programa Visita à Fábrica ao mercado nacional, convidando diversos grupos de clientes e distribuidores de todo o país ao longo do ano para mostrar os diferenciais de seus produtos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

1 comentário

AA 25/09/2013 - 23:14

A NOMA DO BRASIL fica em Sarandi PR, não em Maringá…

Reply

Escreva um comentário