Scania apresenta mais tecnologia e visual renovado para seus caminhões na Europa




A Scania desenvolveu um sistema de cruise control que recorre à tecnologia GPS para reduzir o consumo de combustível dos veículos pesados. Denominado Scania Active Prediction utiliza o GPS para determinar a posição do veículo e antever a topografia da estrada. A velocidade de cruzeiro é ajustada antes de enfrentar uma descida ou uma subida, auxiliando o motorista a poupar o máximo de combustível possível. A marca sueca adianta que este sistema pode proporcionar uma diminuição no consumo até 3% quando se circula em estradas com muitos aclives e declives.

O Scania Active Prediction é bastante intuitivo e adapta o estilo de condução à topografia de uma forma semelhante à efetuada pelos motoristas mais experientes. O sistema também ajuda os motoristas mais experientes a poupar combustível sempre que conduzem em estradas novas, de noite ou sob condições atmosféricas adversas.

O fator tempo tem frequentemente um elevada prioridade nos serviços de transporte e isso reflete-se em termos de consumo. O novo sistema de cruise control foi desenvolvido para ajudar os motoristas a chegarem ao destino sem desperdício de diesel.

O sistema de cruise control Scania Active Prediction contribui para uma poupança de combustível até 3% com um perda mínima de tempo de trânsito em comparação com uma condução em autoestrada ou via rápida com um sistema de cruise control tradicional. Os maiores benefícios são obtidos em estradas acidentadas, onde o piso nunca é totalmente plano.

LEIA MAIS  Scania comemora 1.500 programas de manutenção flexível ativados

Os estudos da Scania indicam que um conjunto articulado com 40 toneladas de peso bruto que percorra anualmente 180 mil quilômetros, uma poupança de combustível de 3% iria diminuir o consumo total em cerca de 1700 litros de diesel por ano. Aos preços atuais representa uma redução anual no custo com combustível de aproximadamente 2.200 euros e uma diminuição nas emissões de dióxido de carbono superior a quatro toneladas.

A Scania já iniciou a comercialização de caminhões equipados como o sistema Active Prediction. A base de dados topográfica já tem disponível cerca de 95% da rede de estradas da Europa Ocidental e Central, que é bastante útil para os operadores que oferecem serviços para a Europa Oriental, Turquia e para outros.

Visual da Série P renovado para cumprir Euro 6

LEIA MAIS  Melhor equipe de Serviços do Brasil vai disputar final mundial do Scania Top Team 2018

A Scania renovou o visual da gama de caminhões de distribuição pesada, Série P, para satisfazer os requisitos de refrigeração impostos pela norma Euro 6. O estilo foi atualizado à imagem e semelhança das séries G e R, que inclui linhas mais angulosas e maiores aberturas da grade, assim como a cor “standard” da grelha, em prateado brilhante, e o logotipo da marca sueca de maiores dimensões. O construtor refere que o novo estilo da dianteira da cabina proporciona um visual mais uniforme para as frotas de clientes que integram vários modelos Scania.

O novo visual da grade permite melhorar a circulação do ar na parte frontal da cabina, assim como através do compartimento do motor, garantindo que a Série P esteja apta para cumprir a maior necessidade de refrigeração do propulsor, uma consequência indireta da norma Euro 6. Os para-choques também foram alvo de uma ligeira intervenção estética, estando disponíveis em duas alturas, ambas com espaço integrado no centro para montagem dos sensores do ACC (cruise control adaptável).

Fonte: Transportes em Revista




Deixe sua opinião sobre o assunto!