Transportadores rodoviários planejam aumentar investimentos em 2012




Com base em projeções de expansão da atividade de transporte e no aumento do número de viagens, os empresários do setor rodoviário de cargas e de passageiros pretendem aumentar os investimentos no setor em 2012. Quase 45% planejam adquirir veículos e o mesmo percentual é registrado entre os que devem manter o tamanho de suas frotas, com a possibilidade de substituir ônibus ou caminhões antigos por outros mais novos.

Os dados são da sondagem ‘Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário 2012’, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) nesta segunda-feira (2). Entre janeiro e o início de março, 289 empresas de transporte rodoviário responderam a um formulário eletrônico. O resultado é um retrato das expectativas dos transportadores em relação ao futuro do país e de sua atividade.

De acordo com o presidente da CNT, senador Clésio Andrade, o objetivo da entidade com o trabalho é, mais uma vez, cumprir o relevante papel de elaborar análises, estudos e pesquisas voltados à melhoria das condições da atividade transportadora brasileira.

Mesmo com as ameaças da crise internacional, que pode trazer impacto à economia interna, os transportadores revelam expectativas de crescimento este ano. Quase 58% esperam incremento de receita bruta. Também 58% esperam um aumento no número de viagens realizadas e 54% programam aumento no volume transportado.

A pesquisa indica que o transportador rodoviário não acredita em desaceleração da produção econômica em 2012. Menos de 10% dos empresários acham que haverá recessão econômica e menor crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), em comparação a 2011. Esse comportamento otimista é reflexo da retomada da trajetória de crescimento econômico no 4º trimestre do ano passado.

Mas apesar do otimismo, os transportadores estão preocupados quanto ao custo dos insumos. Se acontecer elevação dos preços, o aumento pode ser repassado ao valor do frete e acarretar inflação no preço dos bens finais consumidos na economia. A maioria dos entrevistados acredita que os preços de pneus, lubrificantes e diesel irão subir: 73,4%; 68,5% e 60,2%, respectivamente.

A taxa de juros, que tem impacto significativo sobre a atividade do transporte, é outro ponto abordado pela sondagem. Cerca de 65% dos empresários acreditam que essa variável tenha impacto elevado sobre o setor. Apenas um terço aposta que a influência da taxa de juros será baixa ou moderada. Esse resultado preocupa porque previsões pessimistas tendem a reduzir potencias investimentos no ramo de transportes.

Sobre a carga tributária, é consenso entre 87,2% dos transportadores que o recolhimento de impostos tem elevado impacto sobre o serviço de transporte no Brasil. Mais da metade – 51,2% – dos entrevistados acredita que haverá aumento da carga tributária em 2012. Apenas 5,9% responderam que deve haver redução nas alíquotas cobradas do setor este ano.

Fonte: CNT




Um comentário em “Transportadores rodoviários planejam aumentar investimentos em 2012

  • 06/04/2012 em 18:32
    Permalink

    Os euro combis não terão futuro na europa por causa das infraestruturas viarias existentes precisarem reformas (pontes,caixas de ar das estradas,patio dos armazens etc)e os politicos em Bruxelas principalmente os franceses querem a destruição dos camiões,por isso é que as fabricas de camiões estão a deslocar-se.Mas,ja esta em teste em estrada o motor euro 6 no scania 460,vamos la ver se os politicos dão treguas,

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!