Tratores na Agrishow têm conforto comparável a carros de luxo

Câmbio e piloto automáticos, cabines pressurizadas, climatizadas e com filtragem de ar, monitoramento à distância por sistema de GPS e até 370 cavalos de potência. Itens que causariam inveja a proprietários de carros de luxo estão longe de ruas e avenidas. São, na verdade, acessórios de tratores em exposição na Agrishow 2012 que custam até R$ 500 mil.

Máquinas como o modelo MF 8600 da fabricante Massey Ferguson são equipadas com transmissão continuamente engrenada, que permite ao produtor manter velocidade constante, sem perda de potência, e aumentar a produtividade. “É mais que um câmbio automático”, explica o coordenador de produtos Calos Eduardo Martinatti. “Quem conhece carro automático vai entender: é melhor que o câmbio de uma Mercedes”.

Segurança

Além do desempenho, o conforto dos tratores faz diferença na hora da compra. O MF, por exemplo, tem 25 regulagens de assento e o banco tem sistema de aquecimento – raramente necessário no Brasil, mas muito requisitado na Europa.

“Hoje é fundamental dar todas as condições para o trabalhador”, afirmou Elpidio Nereu Zanchet, 62 anos, que produz soja e milho em Avaré (SP). Na feira para comprar uma semeadora – que vai acoplada ao trator – avaliada em R$ 90 mil, Zanchet disse que o conforto do operador é um dos principais itens observados. “É necessário”.

Se por um lado o conforto é fundamental, por outro, praticidade e segurança também são prioridade no mercado de tratores. O modelo Landini Mistral 55 da fabricante Montana conta com uma cabine selada, climatizada e com filtro de carvão ativado para purificar o ar. A intenção do fabricante é evitar qualquer tipo de contato do operador com defensivos agrícolas durante a pulverização.

“É o mesmo sistema de uma cabine de avião, só que num trator – a pressão positiva não deixa o veneno entrar”, explicou o gerente de marketing Giancarlo Fasolin.

O gerente diz, no entanto, que a principal vantagem do trator é o tamanho – com 1,2 metro de largura, consegue entrar em plantações de café e uva, por exemplo, sem danificar a planta.

Fonte: EPTV

QUER RECEBER NOSSOS CONTEÚDOS NO SEU WHATSAPP?
MANDE UMA MENSAGEM COM SEU NOME CLICANDO NO NÚMERO

042-98800-6519





RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL

Seu e-mail (obrigatório)


Deixe sua opinião sobre o assunto!