Noma do Brasil completa 45 anos de olho no futuro

Dia primeiro de julho de 1967 surgia na cidade de Maringá, no Paraná, a Brasmecânica, fábrica criada com o objetivo de explorar a venda de peças, consertos, reformas e na produção de terceiro-eixo para caminhões. A empresa, fundada pelo visionário João Noma, cresceu rapidamente, e em apenas três anos, adotou o nome fantasia Noma, passou a fabricar 35 trucks por mês e começou a montar caçambas basculantes sobre chassi, já em um terreno seis vezes maior do que os 800 m2 onde a empresa nasceu.

Em 1975 a Noma já vislumbrava se tornar uma das grandes do setor. Para atingir seus planos de ampliação ela se muda para a vizinha Sarandi, em um terreno de quase 96 mil m2 tendo a possibilidade de diversificar seu portfólio com semirreboques, graneleiras, tanques e basculantes.

Nestas quase cinco décadas a empresa sempre investiu em tecnologia e pioneirismo como em 1997 quando lançou o primeiro semirreboque bimodal da América do Sul, o “Rodotrilho”, um equipamento capaz de trafegar tanto em rodovia como em ferrovias.

Ano passado a empresa apresentou ao mercado a nova Linha Fênix, também repleta de conceitos modernos como a inédita tampa EcoTech, que substitui o compensado naval por duas camadas de alumínio e uma de polímero dando mais leveza e resistência à carreta. Além disso, os equipamentos são pintados pelo processo sustentável E-Coat, um sistema moderno de aplicação de tinta em circuito fechado que permite alcançar índices de desperdício próximos à zero. As lanternas com led, de maior durabilidade, implantadas com pioneirismo pela empresa, desde 2007, é outra iniciativa em prol de produtos com conceitos “verdes”.

“Este aniversário marca um dos momentos mais especiais da historia da Noma. Após modernizarmos nossas operações, investirmos em tecnologia e gestão administrativa e ampliarmos e fortalecermos nossa rede de distribuição, estamos prontos para crescer, de forma sustentável, e prestes a concluirmos o sonho de construir uma nova fábrica para dobrarmos de tamanho”, comemora Marcos Noma, presidente da empresa.

Marcos se refere à nova planta que começa a ser construída neste segundo semestre na cidade de Tatuí, interior paulista que deverá elevar a capacidade da empresa para a produção de 1200 unidades por mês. A ampliação dos distribuidores e o fortalecimento das exportações também estão nos planos da Noma que contribuirá para que, em cinco anos, ela celebre meio século de fundação entre as três maiores da América do Sul, ampliando sua família para cerca de dois mil colaboradores.

Fonte: Assessoria de Imprensa

QUER RECEBER NOSSOS CONTEÚDOS NO SEU WHATSAPP?
MANDE UMA MENSAGEM COM SEU NOME CLICANDO NO NÚMERO

042-98800-6519





RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL

Seu e-mail (obrigatório)


Deixe sua opinião sobre o assunto!