Nova Ranger ganha o motor Flex de 4 cilindros mais potente da categoria




A Ford inicia a comercialização da linha Nova Ranger, que traz entre as novidades o motor flex de última geração, nos modelos com cabines simples e dupla. Com essas versões exclusivas para o mercado brasileiro, a picape global da Ford amplia a linha que já conta também com duas motorizações diesel.

“Além da versão diesel, a linha Ranger atende uma parcela importante de clientes de várias regiões que optam por motores movidos com etanol e gasolina. Por isso, introduzimos o avançado motor Duratec 2.5 litros 16V Flex. Este produto é uma excelente opção para diversos tipos de uso”, diz Lucíola Almeida, gerente de Marketing de Picapes da marca.

O motor Flex 2.5 de 16 válvulas da Nova Ranger é o quatro cilindros mais potente da categoria: 173 cv com etanol e 168 cv com gasolina (e torque de 243 Nm e 236 Nm, respectivamente). Ele tem bloco de alumínio, comando variável de válvulas eletrônico (iVCT) e já vem preparado para conversão ao GNV. Para abastecer o reservatório de partida a frio com gasolina não é preciso abrir o capô: o acesso ao bocal é feito por uma tampa no para-lama esquerdo.

Versão Cabine Simples

A Nova Ranger com motor 2.5 Flex está disponível em quatro catálogos com tração 4×2: uma na versão cabine simples e três na cabine dupla. A Cabine Simples XLS tem a maior caçamba, com 2.317 mm de comprimento, e a maior capacidade de carga da categoria, 1.457 kg.

Completa, a picape é uma excelente opção para uso urbano. Vem equipada de série com airbags, direção hidráulica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, freios ABS com EBD, alarme volumétrico, chave tipo canivete, computador de bordo com 7 funções, rodas de liga leve de 17 polegadas, rádio e CD/MP3 com Bluetooth, comandos de áudio e piloto automático no volante, faróis de neblina e desembaçador do vidro traseiro, por R$61.900.

Versões Cabine Dupla

A Nova Ranger Flex com cabine dupla XLS oferece excelente custo-benefício. Já vem com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, freios ABS com EBD, alarme volumétrico, chave tipo canivete, computador de bordo com 7 funções, rodas de liga leve de 16 polegadas, rádio e CD/MP3 e desembaçador do vidro traseiro. Transporta 1.341 kg de carga e custa R$67.600.

A cabine dupla XLT traz como equipamentos adicionais: airbag duplo, ar-condicionado digital de dupla zona, sistema de áudio com Bluetooth, sensor de estacionamento traseiro, piloto automático, abertura e fechamento global com controle remoto, vidros elétricos com acionamento a um toque e sistema antiesmagamento, comandos de áudio no volante, bancos com ajuste de altura e lombar, rodas de liga leve de 17 polegadas, estribos laterais e vários itens cromados (grade do radiador, maçanetas internas e externas, para-choque traseiro, porta da caçamba e santantônio). Também é a única picape média flex do mercado com programa eletrônico de estabilidade (ESP) com oito funções. Transporta 1.291 kg e sai por R$75.500.

A Nova Ranger 2.5 Flex Limited é a picape com o maior número de itens de série do segmento. Além dos itens da versão XLT, oferece: airbags laterais, airbags de cortina, GPS com tela LCD de 5 polegadas, câmera traseira, sensor de chuva, acendimento automático de faróis, bancos de couro, banco do motorista com ajuste elétrico em oito direções, santantônio esportivo, console com compartimento climatizado, bagageiro no teto e retrovisores externos dobráveis eletricamente com piscas e luz de cortesia integrados. Transporta 1.261 kg e sai por R$87.500.

“A Nova Ranger conta com a linha mais completa de versões flex do mercado, com a mais alta tecnologia e desempenho. Além disso, oferece grande robustez e capacidade tanto para o trabalho como para o lazer, com um nível de conforto só encontrado em automóveis de luxo”, diz Lucíola Almeida. Toda a linha conta com 3 anos de garantia sem limite de quilometragem e tem manutenção econômica, com preços competitivos de revisão e peças de reposição.

Fonte: Assessoria de Imprensa Ford





Um comentário em “Nova Ranger ganha o motor Flex de 4 cilindros mais potente da categoria

  • 04/01/2013 em 09:57
    Permalink

    A Ranger é uma ótima opção, porém a FORD cometeu três pecados :
    – Primeiro o mais grave : não consegue atender a demanda e permite (faz vistas grossas) a prática de ágio pela grande maioria dos seus concessionários ! Em alguns encontramos o sobrepreço de até 20%. Infelizmente uma minoria de consumidores mal informados acaba aceitando e contribuindo para essa prática.
    – O segundo : elevado consumo das unidades Flex. Nos poucos e raros comparativos disponíveis sai-se pior que as concorrentes S10, Hilux e L200 Triton, quando abastecida com álcool. (fonte : http://carroonline.terra.com.br/noticia,8948,mutantes-de-raca-flex).
    – O terceiro : não oferecer Air-Bag na versão XLS. Na XL ainda se permite esse erro, mas na XLS não.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!