Dos simuladores a vida real

por Blog do Caminhoneiro

Talvez você já tenha ouvido falar em simuladores de corrida ou de outros veículos,mais será que eles realmente ajudam em algo? Tive um experiência que acho que pode ajudar a encontrar essa resposta.

Desde pequeno sou acostumado a jogar jogos que se dizem ou tem simulador no nome,como um exemplo o Gran Turismo para PlayStation que realmente tinha um grau de dificuldade alta, era difícil fazer curvas e manter o carro na pista,com o tempo comecei a entender que aquilo era mais do que um jogo que você comprava um carro que mal conhecia e tentava levar ele ao máximo, exigia técnica e pratica, com isso pensei: “ É, isso simula algumas coisas”, após isso fui ganhando experiência e já estava fácil vencer no jogo,e com o tempo veio o Gran Turismo 2, foi legal, mais muito tempo depois disso joguei o primeiro simulador de caminhão,o 18 Wheels Pedal To The Metal, achei aquilo um máximo, os caminhão americanos, as estradas e tudo e comecei a pensar mais sobre na simulação e descobrir que havia algumas coisas que batiam com a realidade mas mesmo assim não passava disso, mas ao longo do tempo novos simuladores foram lançados e como o tempo me permitia eu consegui de algum modo jogar, mais depois de um bom tempo jogando chegou uma oportunidade para mim, eu comprei um volante, bom, parece empolgante mais não foi muito, assim ,podemos dizer que foi legal mais ainda falta um certo toque para que a experiência ficasse bem empolgante e isso aconteceu com uma viagem que eu fiz em um caminhão Volvo FH12 modelo 2000, o caminhão apresentou um conforto incrível e me senti a vontade sentado no banco do passageiro e isso foi bom para me deixar tranqüilo durante a viagem até o momento que eu “resolvi” tentar dirigir aquele Volvo carregado com 30 toneladas e para minha surpresa eu consegui sem erros,e claro que a relação de marchas foi complicada no inicio mas após isso foi tranquilamente normal colocando a primeira macha a 2º,3º,4º,5º e veio uma subida então fui orientado colocar 5º reduzida e assim o caminhão se mostrou forte com seus 380 Hp`s.

Aquilo foi mágico, mais depois que a minha experiência acabou recebi elogios e algumas perguntas como: Você já dirigi? É sua primeira vez? Você tem carteira de carro? E a resposta para todas foi a mesma, Não, então pensei, eerá que ter jogado todos aqueles simuladores me ajudou em algo? Creio que sim, mas não muito, por que? Acho que o que um simulador hoje pode ajudar e a ter uma noção de como se comportar no volante como alinhamento da direção, principalmente quando você joga um simulador com um volante apesar que manter o alinhamento não e tão simples ainda mais se a pista tem algumas irregularidades.

O que eu aprendi com isso foi que simuladores podem sim de dar uma noção sobre como dirigir e que dirigir um caminhão é ate simples mais um pouco eletrizante.

Texto de Rafael Valadares enviado ao blog por e-mail.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário