Iveco entra no mercado de ônibus e competirá, nos próximos cinco anos, em todos os segmentos

por Blog do Caminhoneiro

A Iveco Latin America anuncia oficialmente sua entrada no mercado de ônibus no Brasil e América Latina. A fabricante criou um novo negócio e uma plataforma de desenvolvimento de produtos dedicada aos ônibus. “A Iveco é a segunda maior montadora de ônibus da Europa e o mercado brasileiro é um dos maiores do mundo para este tipo de produto, portanto essa era uma decisão natural para reforçarmos a presença da marca no País”, explica Marco Mazzu, presidente da Iveco Latin America. “Já temos no Brasil uma linha completa e renovada de caminhões, e agora pretendemos ser também completos no mercado de ônibus”, informa.

O novo negócio fará a introdução gradual de modelos e será full liner no mercado brasileiro e latino-americano nos próximos cinco anos. No estande da empresa na FetransRio (maior evento da América Latina para veículos de passageiros que será realizado de 3 a 5 de outubro, no Riocentro, RJ) será apresentado o novo modelo CityClass, nas versões escolar, fretamento e turismo/executivo, com novo PBT que amplia significativamente a participação da marca nos segmentos de micro-ônibus de 7 e 8 toneladas. Juntos estes dois segmentos representam 47% do mercado de micro-ônibus, cujas vendas chegaram a 9.200 unidades em 2011.

Anteriormente, a Iveco disputava apenas o mercado de 7 toneladas com uma versão escolar do CityClass, vendida por meio de licitações para o programa Caminhos da Escola, do FNDE. Desde 2010, foram comercializadas 4 mil unidades deste produto.

Outra novidade da Iveco na FetransRio será o primeiro chassi-ônibus da marca com motor dianteiro, e PBT de 17 toneladas. Trata-se do projeto Iveco S170, cujo início de comercialização está prevista para o segundo trimestre de 2013. Com este ônibus a empresa passa a atuar no segmento de veículos pesados de passageiros com motor frontal, o mais importante do mercado brasileiro e que representa 50% das vendas de ônibus no País. Nos próximos anos, de forma gradual, a empresa vai trazer toda sua completa gama de ônibus, a exemplo de como já atua, com sucesso e há mais de 150 anos, no competitivo mercado europeu.

Também na FetransRio, serão apresentados no estande da Iveco o chassis Eurorider com motor traseiro, bem como um Eurorider encarroçado em versão GNV, tecnologia na qual a Iveco é líder no mercado mundial. Ambas as versões já estão em fase de testes em território brasileiro e progressivamente rodarão em larga escala em todas as regiões do País.

A filosofia de desenvolvimento dos ônibus Iveco no Brasil será a mesma que funcionou muito bem no segmento de caminhões. “Vamos nos basear na comprovada tecnologia mundial da Iveco e no forte desenvolvimento da engenharia local para oferecer veículos modernos e perfeitamente adequados às necessidades do cliente e às condições brasileiras”, explica o executivo italiano Paolo Del Noce, que foi nomeado diretor responsável pelo novo negócio de ônibus da Iveco na região.

A ênfase sobre o desenvolvimento será focada nos quesitos segurança, resistência, conforto e baixo custo operacional dos veículos, diz Del Noce, que já está no Brasil desde 2011, teve uma longa experiência anterior na Iveco Irisbus, na Europa, e também acumula, dentro da empresa, a responsabilidade pelos veículos de defesa da marca.

O trabalho de engenharia já começou e está sendo conduzido no Centro de Desenvolvimento de Produto da Iveco em Sete Lagoas (MG). Os chassis com motor frontal serão produzidos na mesma linha de montagem dos caminhões, resultado de investimentos feitos pela Iveco no ano passado para ampliar e modernizar sua linha de produção de veículos.

Enquanto no Brasil, que representa o maior volume de vendas de ônibus, a produção será dedicada unicamente ao mercado interno, na unidade industrial da Iveco, em Córdoba, na Argentina, serão produzidos os chassis para abastecer tanto o mercado argentino como os demais países da América Latina.

De acordo com Paolo Del Noce, há alguns anos a Iveco vem testando algumas dezenas de unidades em alguns mercados regionais brasileiros, como o de Porto Alegre e Recife. “As opiniões dos clientes têm sido importantes nas definições dos projetos e seguramente estamos apresentando ao mercado produtos de acordo com as necessidades dos operadores”.

Tanto a comercialização dos ônibus como os serviços de pós-venda serão prestados pela extensa rede de concessionárias Iveco que hoje chega a 109 pontos estrategicamente distribuídos por todo território nacional.

Fonte: Iveco

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

Escreva um comentário