Dolaimes Maria Stedile Angeli (In memorian) foi homenageada com o Mérito Gigia Bandera por seu trabalho e dedicação a Agrale

Os empresários Darte Carvalho Labatut, José Alceu Lorandi e Dolaimes Maria Stedile Angeli (In memorian) foram homenageados com o Mérito Metalúrgico Gigia Bandera 2012. A cerimônia em homenagem e a entrega dos troféus ocorreram dia 23 de novembro, no Clube Juvenil, que lotou com a presença de familiares e amigos dos homenageados, além de empresários, representantes de entidades, autoridades e imprensa. O Mérito Metalúrgico Gigia Bandera, concedido pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (SIMECS), chega neste ano a sua 20ª edição.

Dolaimes Maria Stedile Angeli nasceu em 5 de maio de 1943 na localidade de Pedras Brancas, em São Marcos, quando o município ainda era distrito de Caxias do Sul. A segunda dos cinco filhos de Francisco Stedile e Amábile Zanandrea Stedile foi trazida ainda bebê para Caxias, onde a família Stedile se estabelecera. Dolaimes, assim como os irmãos Alfredo e Vera, ajudava a cuidar dos caçulas Carlos e Franco, porque Amabile precisava auxiliar o marido na Casa das Borrachas e, mais tarde, na Importadora Auto Nordeste, primeiros negócios da família que iria fundar as empresas Fras-le, Agrale e Lavra-le.

Sua dedicação aos estudos seguiu na Universidade de Caxias do Sul (UCS), onde se formou nos cursos de Pedagogia e Comunicação Social. Na Agrale, umas das empresas do Grupo Francisco Stedile, Dolaimes passou a exercer a profissão de relações públicas e organizadora de eventos. Esteve à frente da inauguração da primeira grande fábrica da Agrale, em 1975, desde a criação dos protocolos e cerimoniais até a recepção de autoridades. Também na Agrale, realizou atividades ligadas ao público interno da empresa, como eventos de integração entre colaboradores e seus familiares, treinamento de dinâmica e motivação de grupos.

Foi assessora de comunicação da empresa, aproximando-a do setor automotivo do centro do país e organizando a participação da Agrale no Salão do Automóvel de São Paulo. No início da década de 80, Dolaimes foi uma das principais entusiastas da entrada da Agrale no mercado de motocicletas, criando ações especiais de marketing e lançando a Agralesport, com produtos voltados ao público e jovem.

A dedicação de Dolaimes para com a Agrale logo foi reconhecida por entidades de classe ligadas ao setor, e marcou profundamente o papel da mulher no meio empresarial de Caxias, do Estado e do Brasil. A empresária ocupou importantes cadeiras na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul, na Fiergs e na Anfavea.

Em meados da década de 90, Dolaimes começa a preparar a sua partida, deixando encaminhamentos para a família e amigos. Entre os compromissos familiares, sociais e profissionais, trava a batalha com a doença que iria levá-la para a sua viagem mais longa, em 1995. O que ficou foi o reconhecimento de todos os que conviveram com aquela mulher rica em boas ideias, de sorriso largo e sincero.

Gigia, exemplo de empreendedora

Instituído pelo Simecs em novembro de 2005, o Troféu Gigia Bandera, obra de traços firmes e fortes esculpidos no rosto de uma mulher, traduz a altivez, a experiência e o empreendedorismo de Luigia Carolina Zanrosso Eberle – Gigia Bandera, a pioneira da indústria metalúrgica de Caxias do Sul e região. A obra criada pelo artista plástico Jesiel Bellini foi fundida em resina de poliéster, pintada com tintas e pigmentos imitando o bronze. Seu pedestal foi esculpido em madeira de imbuia e finalizado com plaquetas de metal identificando a homenagem e o homenageado.

Natural de Monte Magré, Província de Vicenza, Itália, Gigia Bandera nasceu em 2 de junho de 1854. Em 1878, casou-se com Giuseppe Giacomo Eberle, com quem teve 10 filhos. Em 1884, chegou ao Brasil, instalando-se com a família em Caxias do Sul. Como pioneira do seu tempo, Gigia Bandera é reconhecida como uma mulher empreendedora, que impulsionou, desde a sua época, o desenvolvimento industrial regional.

Fonte: Agrale