30% dos caminhões avaliados no “Caminhão 100%” apresentaram problemas na barra de direção




Durante a avaliação gratuita, nos dias 28 e 29 de novembro, no Posto Sakamoto II, na Rodovia Presidente Dutra, km 210,5 – pista Sul, em Guarulhos/SP, o técnico da Nakata identificou coifas rasgadas e folgas em barra de direção de 30% dos 38 caminhões checados.

Os problemas mais comuns detectados em barra de direção na avaliação gratuita Caminhão 100% são coifas rasgadas e folgas. Segundo Edson Vieira, técnico da Nakata, fabricante de autopeças para o mercado de reposição automotiva com uma linha completa de componentes para suspensão, transmissão, freios e motor, marca da Affinia Automotiva, 30% dos caminhões que passaram pela avaliação, nos dias 28 e 29 de novembro, no Posto Sakamoto II – km 201,5 – pista Sul – Guarulhos-SP, apresentaram problema na barra de direção, item de segurança que pode prejudicar a dirigibilidade do veículo. Dos 38 caminhões checados, 30% estavam com problema na barra de direção. Foram encontrados casos de coifas rasgadas, folga e até barra de direção condicionada, o que jamais deveria acontecer. “Quando a coifa está rasgada ou há folga na barra de direção, o recomendável é substituir todo terminal por outro novo, não dá para recondicionar. Peças soldadas ou recondicionadas podem representar trágicos acidentes, pois qualquer movimento brusco ou estradas esburacadas pode causar o seu rompimento, ocasionando perda da direção”, alerta Vieira.

A falta de manutenção no sistema de direção leva ao desgaste das peças. “Por isso, é importante que o sistema de direção seja revisado, periodicamente, a cada 10 mil km”, aconselha o técnico. Ele explica também que, ao fazer a manutenção preventiva, deve-se verificar se a barra de direção está empenada, assim como se existe algum tipo de desgaste ou folga. As coifas protetoras também devem estar em ordem.

A manutenção do veículo deve ser feita em uma oficina de confiança para realizar o exame adequado no conjunto de direção e suspensão.

A Nakata participou este ano de quatro avaliações do Caminhão 100% e a experiência tem sido muito produtiva para conhecer as condições dos veículos na estrada e utilizar as informações para servir de estudos para a fabricante, bem como possibilita o contato direto com o motorista do caminhão para orientá-lo sobre a importância de fazer a manutenção preventiva para garantir a segurança do veículo.

Sobre o Caminhão 100%

Promovido em parceria com o Grupo CCR Nova Dutra e criado, em 2008, para conscientizar motoristas sobre a importância da manutenção preventiva, o Programa Caminhão 100%, do GMA – Grupo de Manutenção Preventiva, contabiliza mais de 2 mil avaliações gratuitas de caminhões na rodovia Presidente Dutra. “Além de ser uma prestação de serviços à comunidade, o programa serve de base para entender o comportamento dos motoristas em relação à manutenção da barra de direção, um item fundamental de segurança nos caminhões”, afirma Edson Vieira, técnico da Nakata.

Patrocinado pela companhia desde 2008, o programa realiza avaliações em vários itens de segurança e da parte mecânica de caminhões, entre eles, barra de direção, emissão de poluentes, cubos de roda, fluído de freio/embreagem e vazamento de motor. “Acidentes graves podem ser provocados pela falta de manutenção em itens de segurança dos caminhões. Problemas na barra de direção podem acarretar, por exemplo, a saída dos caminhões da pista ou perda de dirigibilidade”, comenta.

A recomendação é para que os motoristas revisem o sistema de direção em uma oficina de confiança a cada 10 mil km para verificar se a barra está empenada, há desgaste ou folga.

Além de verificar o estado da barra de direção, durante as avaliações gratuitas do Caminhão 100%, o técnico da Nakata também orienta sobre a importância da manutenção e sinais de desgaste da barra de direção, com o objetivo de assegurar a segurança no trânsito.

O Programa Caminhão 100% segue em 2013 pelo quarto ano consecutivo, quando novas avaliações serão efetuadas na Rodovia Presidente Dutra.

Para mais informações e dicas de manutenção, acesse o site www.carro100.com.br .

Fonte: Divulgação